Prazeres da mesa

Categoria: curiosidade

Por: Prazeres Da Mesa | 9.oct.2015

Na capital que mais lança moda no mundo, dois cafés que nunca ganharão estrelas Michelin, mas que divertem um bocado as manhãs londrinas

Uma vez em Londres, é preciso abrir a mente para o excêntrico. No lugar onde as modas começam, nem todo profissional de cozinha sonha com o brilho das estrelas Michelin. Alguns querem mesmo é “causar”. E garantir uma experiência divertida. A seguir, dois endereços recém-inaugurados com cardápios inusitados, para dizer o mínimo.

Mingau fino

Os ingleses adoram começar o dia com um fugaz mingau de aveia. Incrementam com pasta de amendoim ou mel, às vezes algumas frutas. Mas nesta casa, localizada nos arredores de Victoria Station, o preparo ganha acabamento de prato fino. O Porridge Café é o primeiro endereço inglês especializado em mingau. Depois de uma longa pesquisa sobre as variações do preparo pelo mundo, o empresário Nik Williamson escolheu 11 grãos que servem de base. As opções salgadas são um cruzamento entre mingau e risoto, a exemplo do que leva aspargos, gengibre e alho; ou outro com tomate, brócolis e queijo feta, ambos com uma base de quinoa. Entre os doces, destaque para o de romã, laranja e chocolate amargo, com uma base de aveia. A casa funciona de segunda a sábado, até às três da tarde, e um bowl grande de mingau custa entre 4.5 e 6 libras.

Mundo do cereal

O lugar está decorado com objetos que remetem os anos 1980 e 1990 e a ideia é mesmo reacender a nostalgia entre trintões e quarentões. Os gêmeos Gary e Alan Keery inauguraram o Cereal Killer Café em dezembro de 2014. São 120 tipos de cereais matinais, de diferentes países, que podem ser combinados com 30 variedades de leite (como de soja, arroz ou coco) e 20 toppings. Cada cobertura custa 0,60 libras (algo como 3 reais) e o menu inclui frutas frescas (banana, morango e mirtilo), amêndoas, frutas secas e doces tipo chips de chocolate branco ou de pasta de amendoim. O perigo é perder a medida e acabar pagando caro por um bowl de cereal matinal. Mas isso também faz parte da brincadeira. Em tempo: a casa abre de segunda a segunda, das oito da manhã às oito da noite (de sexta a domingo, vai até dez da noite).

 

marta barbosa

*Depois de seis anos na redação paulistana, Marta Barbosa Stephens trocou o Brasil pela Inglaterra, de onde envia as boas-novas como correspondente de Prazeres da Mesa

Colunas recentes

Colunas