Prazeres da mesa

Ela voltou (ainda bem)

Por: Prazeres Da Mesa | 6.nov.2015

Conheço a Angelita Gonzaga de outros carnavais… Da época em que tocava a cozinha do Garimpos do Interior, ocasião em que fiquei sua fã. O mundo deu algumas voltas e ela tomou novos rumos. Para a sorte do seus fiéis seguidores, que estavam órfãos da comidinha caseira da chef capixaba, o Arimbá foi aberto. Detalhe: recém aberto. Foi no dia 12 de setembro que a Rua Ministro Ferreira Alves ficou mais gostosa.

Fui conhecer sua nova casa em um domingo em que a fila andava, mas não acabava nunca. Não é uma maravilha? Sim, o Arimbá “chegou chegando”. A fórmula é boa: ambiente acolhedor que o tira de São Paulo, pois você se sente em algum cantinho do interior, somado à comida caseira, farta e com preço honesto. Pronto: o seu legado é estar cheio. Que bom!

Espaço pet friendly

O espaço pet friendly é reservado às mesas da calçada. Há planos do estacionamento ao lado se tornar, durante os finais de semana, uma continuação do charmoso restô. Por enquanto, ficamos com as três mesinhas ao ar livre. Cada uma delas ganhou uma colorida toalha e uma vasinho com flor. A Ella ficou bem acomodada embaixo da mesa, pois a calçada estava cheia de comensais à espera de um lugar no restaurante da querida chef. Leve seu pet, ele será bem-vindo.

O que comer: para carnívoros

Para quem gosta de carne é o paraíso. A chuleta é uma boa representante dos pratos campeiros. E a Angelita é criativa na forma de preparo: ela usa um disco de arado para grelhar a carne. Explico: quando a lâmina do trator de arar a terra não é mais utilizada, o orifício do meio é fechado e vira chapa. “É excelente para grelhar carnes”, afirma a cozinheira. Na panela de arroz está o carreteiro de carne de charque que vem de Bagé, no Rio Grande do Sul.

O que comer: para vegetarianos

Aos vegetarianos, a deliciosa moqueca de palmito fresco, banana-da-terra e leite de coco feita na panela de ferro. Eu desconfio que ela colocou a moqueca no cardápio só para me agradar porque sabe que não como carne. Uma dica para a turma no meat: peçam pela farofinha na versão vegetariana, feita com farinha de mandioca e de milho e páprica, que é maravilhosa. A que está no cardápio leva pedacinhos de toucinho artesanal e linguiça calabresa e, obviamente, tem seus defensores.

Eu amei o vinagrete de pimenta de cheiro e resolvi colocar nos pastéis de angu, feito de fubá de moinho d’água e recheados com queijo da Canastra, que são de comer de joelhos e pedir bis. Para acompanhar, peça caipirinhas e, se você estiver dirigindo como eu estava, aposte em uma das seis limonadas que a casa oferece, feitas com limão siciliano, tahiti, caipira ou cravo.

01/12

Churros: sempre!

Para fechar a refeição, invista nos churros de massa de banana-da-terra com milho que vêm acompanhados de doce de leite e de creme de rapadura.

Serviço
Arimbá
Rua Ministro Ferreira Alves, 464 – B, Tel: 11 3477.7063
http://arimbarestaurante.com.br/

CrisBergerElla

Autora do Guia Pet Friendly - guiapetfriendly.com.br, desbrava o mundo em busca dos melhores lugares para comer na companhia dos pets. Para PDM, visita com sua mascote Ella os endereços gastronômicos que não podem faltar na sua agenda.

Colunas recentes

Colunas