Prazeres da mesa

Giro no Marais

Por: Prazeres Da Mesa | 28.jan.2016

Tem sempre algo acontecendo nesse bairro parisiense, conhecido pelo seu ar burguês-boêmio

A frequência é jovem, chique e casual. Quem circula pelo Marais gosta de sentar nos cafés da calçada, fazer compras especiais e inéditas. Amante que sou deste bairro, selecionei alguns endereços gourmets et gourmands nos arredores da Rua Bretagne.

O Marché des Enfants Rouge é o mercado coberto mais antigo de Paris. A atração principal são as barracas de diferentes países que servem durante o almoço boa variedade de pratos típicos. Logo ali fica o Charlot, que é um dos cafés mais frequentados da Rua Bretagne. Ideal para tomar um drinque, comer uma massa ou um club sanduíche. O difícil é conseguir lugar!

No Gyoza Bar, como o próprio nome indica, comem-se somente guiozas. O diferencial é que eles são preparados com carne de porco de um dos melhores açougues de Paris. La Petite Mangerie é um bar de tapas ideal para noitadas entre amigos. As porções são fartas, os produtos fresquíssimos e a atmosfera descontraída e aconchegante. Mas chegue cedo, pois, o como o próprio nome indica, La Petite é realmente pequeno.

O Bio c’Bon é um supermercado totalmente destinado a produtos orgânicos. Completíssimo, tem dois andares, nos quais encontramos frutas, legumes, queijos, especiarias, produtos de beleza e de limpeza. O Le Pain Quotidien é o lugar ideal para comer a qualquer hora do dia, inclusive no café da manha. A atmosfera é zen, e as opções no cardápio são saudáveis como, por exemplo, tartines (sanduíches abertos, com uma fatia de pão) com creme de abacate e gomásio (ou sal de sésamo); tabule de quinoa; e a taça de iogurte, cereal e frutas frescas.

Que tal uma degustação de choux à la crème no Popelini? Esta pequena butique é especializada em carolinas recheadas com cremes de diferentes sabores como chocolate, caramelo, baunilha ou ainda sabores menos tradicionais como rosa com confit de framboesa, tiramissù e earl grey, que mudam constantemente. Existe também o do dia, recheado com creme chantilly e frutas da estação.

Na patisserie Bontemps, a especialidade são os sablés (biscoitinhos de massa quebradiça tipo amanteigado). O diferente aqui é a massa bem amanteigada, fina e não muito doce com uma pitadinha de flor de sal. Entre os recheios, baunilha Bourbon de Madagascar; limão orgânico siciliano; ou ainda gianduja com avelãs do Piemonte. Encontramos também diferentes tipos de tortas elaboradas com a mesma massa.

Impossível não ir na butique do renomado chocolatier Jean-Paul Hévin. A decoração é sublime e, por ser pequena, a atmosfera é íntima e a proximidade com os chocolates torna a vontade de degustar incontrolável. Paraíso dos chocólatras! E, melhor ainda, dá para trazer na mala!

marchedesenfantsrougesfr.com

cafecharlotparis.com

gyozabar.com

la-mangerie.com

bio-c-bon.eu/fr

lepainquotidien.fr

popelini.com

facebook.com/bontempspatisserie

jeanpaulhevin.com

 

 

01/12
Marina Gobet_site

*Formada em gastronomia pela Lenôtre, a paulistana Marina Gobet tem a sorte de morar em Paris há mais de dez anos.

Colunas recentes

Colunas