Prazeres da mesa

O bolo maravilhoso

Por: Prazeres Da Mesa | 29.may.2015

Merveilleux é a especialidade de Fréderic Vaucamp – um doce que combina suspiro, chantilly e lascas de chocolate

Merveilleux é um bolo individual de origem belga, também encontrado no norte da França e composto de suspiro, chantilly e lascas de chocolate. Fréderic Vaucamp é o pâtissier francês que reiventou essa receita, abrindo lojas especializadas dentro e fora do país.

Aprendiz pâtissier desde seus 14 anos, Fred abriu em 1982 uma butique com seu irmão. Após muitoinvestimento e pouco resultado, percebeu que seria melhor vender o mesmo tipo bolo em 50 lojas do que 50 bolos diferentes no mesmo endereço. E foi assim, que 15 anos depois, ele inaugurou sua primeira butique Aux Merveilleux de Fred, na cidade de  Lille, no norte da França, onde o produto fetiche é o famoso  merveillleux.

Segundo Fréderic, este bolo existe há muito tempo. Ele só adaptou a receita tornando-a mais leve. As lojas são elegantes e a produção dos suspiros não para nunca. Cada emdereço tem fabricação própria e a chave do sucesso é a qualidade dos ingredientes provenientes sempre dos mesmos fornecedores.

As maravilhas são recheadas na frente dos clientes diariamente, em seis sabores, cada um de bolo com um nome tentador. Le merveilleux, o maravilhoso, é ao chocolate; l’incroyable, o inacreditável, é com biscoito speculoos e lascas de chocolate branco;  l’impensable, o impensável, é de café; l’excentrique, o excêntrico, é de cereja; le magnifique, ou o magnífico, leva praline com amêndoas e nozes caramelizadas; e o mais novo de todos, le sans-culotte, é de caramelo.

Para quem não é muito fã de chantilly, o melhor é optar pelos merengues puros que são crocantes por fora, mas guardam uma surpresa no interior: aquele delicioso puxa-puxa. A notícia boa é que os merveilleux são vendidos em tamanho individual ou em forma de bolo para 4, 6 ou 8 pessoas. Não esqueça também de provar a outra especialidade do chef, as  saborosas cramiques – brioches redondas e macias com gotinhas de chocolate, cristais de açúcar, passas ou naturais. Não há regime que résista !

Marina Gobet_site

*Formada em gastronomia pela Lenôtre, a paulistana Marina Gobet tem a sorte de morar em Paris há mais de dez anos.

Colunas recentes

Colunas