Prazeres da mesa

OLHAR NÓRDICO

Por: Prazeres Da Mesa | 20.mar.2018

O sucesso do Aquavit, casa de inspiração escandinava aberta o dia todo bem no centro londrino

01/12

Quando se fala em cultura nórdica, é natural que nos venha a imagem de uma cabana de madeira com luz de velas e decoração rústica. O Aquavit London – cuja matriz em Nova York foi inaugurada em 1987 – é absolutamente o oposto disso. O amplo salão localizado na região de St. James Market tem sofisticada e brilhosa decoração, com muito dourado e imponentes lustres de vidro. Está mais para Manhattan do que Suécia.

Mas o cardápio compensa, e esse sim está bem centrado em uma moderna e autêntica comida escandinava. Tanto o chef local, Henrik Ritzén, como a chef executiva Emma Bengtsson (que fica em Nova York tratando de manter suas duas estrelas Michelin sempre a luzir) nasceram na costa oeste da Suécia, o que significa que ambos trazem na bagagem muitas receitas com peixe.

Vale muito provar a truta inteira com dill, amêndoas, alcaparras – um preparo simples e executado sem erro. Smörgåsbord é como eles chamam os pratos servidos em pequenas porções, tipo tapas. Dá para pedir várias e petiscar. Da seleção dos melhores, patê de fígado; gravlax com molho de mostarda e dill; e picles com caprichada dose de cominho.

O ponto forte do Aquavit London é que a casa fica aberta o dia inteiro, do café da manhã ao jantar, sem interrupções. A qualquer hora do dia dá para provar, por exemplo, os ótimos ovos Benedict com enguia defumada, acompanhados – se a agenda permitir – de uma dose de algum dos famosos drinques. Detalhe: todas as segundas-feiras, das 6h30 às 19h30, o restaurante oferece uma masterclass sobre drinques. Você paga 15 libras e aprende a fazer alguns dos clássicos do Aquavit, como o nordic bramble, feito com Tanqueray, licor Lapponia Cloudberry, xarope de romã e suco de limão.

Aquavit London
St. James Market
1 Carlton Street
aquavitrestaurants.com/london

marta barbosa

*Depois de seis anos na redação paulistana, Marta Barbosa Stephens trocou o Brasil pela Inglaterra, de onde envia as boas-novas como correspondente de Prazeres da Mesa

Colunas recentes

Colunas