Prazeres da mesa

Para o alto e avante!

Por: Prazeres Da Mesa | 7.dec.2015

Não há dúvidas, ele é um dos melhores hotéis da capital paulista. Seria como “chover no molhado” falar que o serviço é impecável, tudo tem extrema qualidade e o cuidado com os mínimos detalhes é ordem suprema. Afinal, é o que esperamos de um hotel de luxo. Talvez o que você não saiba é que ele é pet friendly. Sim, aceita hóspedes bem acompanhados de seus pets.

Na verdade, parece que todos no hotel são “loucos” por cachorros. Acho que a Ella nunca foi tão mimada. Ok,  sabemos que ela é irresistível, mas realmente o carinho com que a mascote do Guia foi recebida nos marcou.

01/12

O hotel, projetado pelo arquiteto Ruy Ohtake, parece um navio, observado de fora. E na parte de dentro, volta a despertar nossa imaginação por suas janelas redondas. Ele é moderno, clean e marcante.

Nós ficamos apenas 24 horas hospedados e saímos com a certeza de que ele merecia muito mais tempo. Divida sua agenda entre a piscina da cobertura, que tem vista para o parque Ibirapuera, um mergulho na piscina coberta e o Skye, é claro.

Certamente, você já escutou falar de Emmanuel Bassoleil que comanda o importante restaurante do hotel. O chef francês, radicado há muitos e muitos anos no Brasil, assina o cardápio onde os ingredientes brasileiros ganham destaque.

Truque para cansar a Ella

Você quer saber se pode cachorro no Skye? Não, não pode. Regras da vigilância sanitária. Mas ok, o truque é o seguinte: antes do jantar, leve seu amigo peludo para gastar energia no Ibira, que fica ali do lado. Só volte para o hotel depois de ele ter corrido no cachorródromo e brincado com outros cachorros. Ele chegará cansado, feliz e vai tirar uma bela soneca enquanto você curte o Skye. No retorno do jantar para o seu quarto, apenas um elevador o vai separar do “paraíso” e o bônus será ter aquele rabinho abanando na sua chegada.

Sou toda tua, Bassoleil

Voltando ao nosso jantar, que foi um momento extremamente esperado, eu perguntei ao garçom quais pratos, com peixe e frutos do mar, tinham a identidade do Bassoleil. Ganhei como indicação a casquinha de siri e camarão e o robalo com creme de champagne, caviar e purê de inhame. Comi devagar, prestei atenção em cada garfada e me deliciei do início ao fim.

Meu marido começou com o camarão carbonara e seguiu com a paleta de cordeiro braseada e, pelo que observei, o deleite foi o mesmo. Para encerrar, pedimos um chocolate salgado servido com crocante de caramelo.

Resolvemos terminar nosso vinho à beira da piscina, olhando o skyline paulista e, ao lembrar que uma cachorrinha muito querida estava nos esperando no quarto, demos por encerrado os embalos de sábado à noite. Até mesmo porque ainda tínhamos o café da manhã do dia seguinte, que seria servido no quarto, com ovos, pães, bolinhos, sucos, frutas e a Ella bem pertinho.

CrisBergerElla

Autora do Guia Pet Friendly - guiapetfriendly.com.br, desbrava o mundo em busca dos melhores lugares para comer na companhia dos pets. Para PDM, visita com sua mascote Ella os endereços gastronômicos que não podem faltar na sua agenda.

Colunas recentes

Colunas