Prazeres da mesa

Plantas espontâneas

Por: Prazeres Da Mesa | 16.sep.2014

No verão, elas crescem e se multiplicam nos campos e, com um pouco de conhecimento, dá para levá-las para a panela

Por José Barattino

O verão é a época do ano de calor intenso e famosas pancadas de chuva ao final da tarde, principalmente na Região Sudeste do país. Se imaginarmos altas temperaturas associadas a uma umidade relativa do ar elevada, teremos a sensação de que estamos vivendo em uma estufa.

IMG_5954_site

Cevadinha com vegetais de verão – foto RJ Castilho

Essa sensação nos incomoda, faz com que nos sintamos abafados, com vontade de enfiar a cabeça debaixo de uma cachoeira gelada e expulsar esse mal-estar, mesmo que seja por alguns instantes. Mas, ao contrário de nós, seres humanos, as plantas adoram essa sensação. Já repararam as inúmeras estufas que se espalham pelas hortas? Muitas plantas crescem bem no verão, elas se sentem tão bem, mas tão bem, que é uma época do ano em que brota de tudo um pouco nos campos, chegando a dificultar o plantio das hortaliças mais comuns, tamanha a força e potência que os vegetais espontâneos têm nesse período.

Chamamos de plantas espontâneas, pois elas nascem e crescem sem ter sido intencionalmente plantadas. Mas, dependendo de nosso conhecimento e predisposição para nos dedicarmos culinariamente a elas, podem parar em nossas panelas em vez de ser reviradas no solo da horta para se tornar material decomposto e agir na terra como adubo – prática comum entre os produtores devido à baixa demanda comercial dessas plantas.

Exemplos dessas plantinhas: beldroega, caruru, serralha, taioba e taboa, vegetal que pode ser usado integralmente – a raiz pode ser consumida cozida e suas folhas secas são usadas para a produção artesanal de cestos. Frutas como goiaba selvagem, moranguinhos e maria-pretinha, e até ervas medicinais como transagem, carqueja e rubim são mal aproveitadas. Esses e outros vegetais, caso derrubemos nossos preconceitos, poderiam se unir aos grandes vegetais da época, como abobrinha-brasileira, cenoura, vagem e salsão, para formar nossos sabores e nos refrescar nesse tempo tão quente e abafado que é o verão.

Cevadinha com vegetais de verão
4 porções

350 g de cevadinha descascada
200 g de legumes de verão – legumes da estação, variados
100 g de cebola
50 g de alho
1 litro de água
125 ml de azeite
Sal e pimenta-do-reino a gosto

1 Refogue a cebola e o alho no azeite e acrescente os legumes cortados em cubos pequenos. 2 Junte a cevadinha e deixe cozinhar, acrescentando a água aos poucos. 3 Coloque o sal e mexa até ficar al dente. 4 Finalize com mais um pouco de azeite, acerte o sal e acrescente a pimenta-do-reino.

Receita de José Barattino, chef consultor em São Paulo, SP.

 

JOSE BARATINO.jpg

*É chef de cozinha e dono da fábrica de massas Due Grani

Colunas recentes

Colunas