Prazeres da mesa

Tem Porco no Churrasco

Por: Prazeres Da Mesa | 16.mar.2017

Antes meros coadjuvantes, os cortes suínos partem para o estrelato 

A carne bovina subiu de preço e esse viés abriu espaço para que os consumidores e apaixonados por um bom churrasco exercitem sua criatividade buscando alternativas para a sagrada reunião do final de semana.

Esse cenário dá espaço, ainda, à captura de grandes oportunidades para degustarmos novos sabores e descobrirmos outros prazeres nesse vasto mercado gastronômico.

Daí surge a possibilidade de explorarmos os sabores e as formas de consumo da carne suína, a qual, até então, estava presente no churrasco, na maioria das vezes apenas como coadjuvante, como é o exemplo das linguiças ou  da costelinha com molho BBQ. Esse movimento criativo e moderno na busca de novos sabores, receitas e elogios, claro, deu origem a alguns novos itens no cardápio dos churrasqueiros de plantão. Como exemplo podemos citar a copa lombo, ainda pouco divulgada, porém deliciosa opção em steaks altos (dois dedos),  a picanha suína com sabor e suculência incríveis, a barriga de porco bem irrigada por gordura, pele e carne macia e saborosa, steaks de pernil, também chamados de  “capitão” e que reúnem em um só corte os deliciosos pedaços da coxa suína, o prime rib corte com osso, mais comumente apresentado como um carré francês delicado e artesanalmente retirado da ponta do lombo suíno, ou ainda o lombo suíno marinado e assado em cubos com um toque de bacon, o filé mignon suíno grelhado e ainda, diversos cortes da ostela suína grill (centro da costela), costelinha (baby back ribs) e também  o asado de tiras, retirado do centro da costela e cortado no sentido contrário, ou seja verdadeiras iguarias que dão água na boca só de pensar. Aqui mencionados apenas algumas possibilidades de cortes e de apresentação da tão suculenta carne suína, que tem se tornado cada vez mais protagonista nos churrascos e também nos restaurantes.

É importante mencionar que no Brasil a carne suína, até então, era mais presente na culinária regional, caso da mineira. Mas, felizmente, este cenário tem se alterado e enfim, estamos descobrindo, ou melhor, redescobrindo “o porco”. A Casa do Porco, que tem no comando o casal Jefferson e Janaína Rueda, é um exemplo recente de sucesso que faz com que nos perguntemos: por que não pensei nisso antes? Quem diria que um lugar que colocou a carne suína como protagonista do seu cardápio, trazendo-a em diversas e deliciosas apresentações iria chamar tanto a atenção e aguçar tanto a curiosidade, até dos mais conservadores apreciadores de churrasco? Esse tipo de iniciativa que nos chama para o novo, nós desafia a quebrar paradigmas gastronômicos e nos abre horizontes incríveis na busca do sabor perfeito!

Vamos continuar na busca de novas experiências, dar créditos ao tão famoso e muitas vezes controverso bacon, não vamos nos esquecer do tradicional pulled pork, sanduiche feito de carne suína  (mais especificamente a paleta desossada) assada e defumada por longo período a baixa temperatura, desfiada e envolta em uma quantidade indecente de molho barbecue e colocada dentro de um pão redondo macio!!

Invente, experimente, as linguiças caseiras, assim como outros embutidos, curados, secos ou mesmo defumados também são uma excelente opção para dar um toque único e particular.

Os chefs de cozinha ou mesmo um apreciador da boa gastronomia podem colocar em prática profundas experiências em busca de um sabor novo e diferente utilizando carnes suínas e com isso podem criar produtos únicos, inovadores e personalizados, fazendo com que as pessoas sintam prazer em degustar e compartilhar suas descobertas.

Flavio Saldanha

É um profissional da carne que representa a quarta geração de uma família que trabalha o produto com amor e dedicação.

Colunas recentes

Colunas