Prazeres da mesa

Notícias

Da terra à mesa

Feira Viva em São Paulo aproxima produtor rural e consumidor com comidinhas típicas, produtos artesanais e bate-papo com especialistas

Por: Prazeres Da Mesa | 7.aug.2017

Da redação
Fotos Agência 2 Dois/ divulgação

É conhecimento de todos que a gastronomia depende da agricultura, da pecuária e do meio ambiente. E para estreitar essa relação, a Feira Viva, realizada em conjunto pelo produtor rural Patrick Assumpção, a agrônoma Keila Malvezzi e a Sociedade Rural Brasileira (SRB), oferece aos consumidores paulistanos alimentos produzidos com o conceito de terroir, valorizando a origem e as particularidades regionais dos produtos.

Na segunda edição, o festival será realizado no dia 12 de agosto, das 10h às 20h, no Parque da Água Branca. A feira terá como tema central a carne, o fogo e o processo de ocupação do território brasileiro por meio da agricultura e da tecnologia. A ideia é que sejam divulgadas iniciativas de práticas modernas de gestão para que o produtor rural artesanal possa apresentar produtos únicos, sustentáveis e com forte identidade cultural.

Quem for prestigiar o evento com entrada gratuita encontrará estações dividas em regiões do Brasil: Tradição Nordeste (Nordeste), Vales e Veredas (Oeste), Caiçara (Sudeste), Caipira (Sudeste), Campanha Gaúcha (Sul) e Solo Terra Preta de Índio (Norte). Em cada uma, um chef convidado apresentará pratos de acordo com os elementos típicos.

A degustação desses preparos, a partir das 12h e com preços populares, inclui atolado de bode e farinha de mandioca, por Rodrigo Oliveira (Mocotó); costela no fogo de chão ou arroz caldoso, do chef consultor Mário Portella; parati na brasa e farofa de banana da terra, por André Mifano (Lilu); porco caipira e angu insosso de milho, do produtor e cozinheiro Rafa da Bocaina; cordeiro no fogo e vegetais de inverno, pelas mãos de Rômulo Morente (Pobre Juan); e palmito assado na folha de bananeira com pesto de taioba e botarga ralada ou sopa de pupunha com refogado de peixe seco no varal, do chef Eudes de Assis.

Além dessas delícias, haverá venda de comidinhas de mais de 25 produtores rurais e um auditório com programação especial composta por seis painéis, das 11h às 17h. Técnicos, especialistas, estudiosos e chefs discutirão sobre temas como produção artesanal; modos e preparos da mandioca; o milho e a trajetória na cultura caipira; a produção sustentável da madeira; e da cadeia à sazonalidade do peixe.

Cada painel tem o valor de 40 reais, com desconto para clientes Santander, patrocinador do evento. Para quem procura uma experiência mais completa, o passaporte é vendido a 140 reais e inclui degustação de seis pratos (um de cada território) e uma sessão do painel com especialistas. Os ingressos podem ser adquiridos pelo site ou pela bilheteria no dia da feira.

Saiba mais no site do evento: www.feiraviva.com.br

Parque da Água Branca
Rua Ministro Godói, 180, Perdizes, São Paulo, SP.

Matérias Relacionadas