Prazeres da mesa

Melhores Cartas de Cerveja, Melhores do Ano

Melhores Cartas de Cerveja 2018

Neste ano, 25 cartas passaram pelo crivo dos especialistas André Clemente, de Prazeres da Mesa, e Estácio Rodrigues, do Instituto da Cerveja

Por: Prazeres Da Mesa | 18.jun.2018

Mensalmente, a coluna Mundo de Espuma traz as novidades que agitam o mercado e conta sobre os estilos e suas harmonizações. Há três anos, no mês em que os melhores da gastronomia são premiados, Prazeres da Mesa ampliou sua atuação no meio cervejeiro e passou a premiar bares de todo o país que oferecem bom sortimento da bebida a seus clientes. Neste ano, 25 cartas passaram pelo crivo dos especialistas André Clemente, de Prazeres da Mesa, e Estácio Rodrigues, do Instituto da Cerveja, e formam a lista que você confere a seguir.

PERSONALIDADE DA CERVEJA
Daniel Wolff, Mestre-Cervejeiro.com
Foi durante um intercâmbio que Daniel Wolff se apaixonou pelo universo cervejeiro. Morando em países que têm uma cultura forte da bebida, como Dinamarca, Holanda, Bélgica, Inglaterra e Alemanha, Wolff descobriu que a cerveja mantém uma grande diversidade de marcas e sabores. De volta ao Brasil, em 2004, ele sentiu falta de uma plataforma que abordasse o tema no país e criou o site Mestre-Cervejeiro.com. Formado em design gráfico, Wolff soube criar um site interativo e em pouco tempo a marca Mestre-Cervejeiro.com se consolidou e virou referência no mercado. Ao longo dos anos, o Meste-Cervejeiro.com foi evoluindo e deixou de ser exclusivamente digital. Hoje, a marca também é uma rede de franquias de lojas especializadas em cervejas artesanais. São mais de 60 lojas espalhadas pelo país com um portfólio de cerca de 3.500 cervejas cadastradas. Daniel Wolff também realiza palestras, aulas, workshops, degustações, harmonizações, além de ser convidado para atuar como jurado nos principais concursos de cervejas pelo mundo. Devido a seu incrível trabalho de difusão da cultura cervejeira no Brasil, ele leva o prêmio de Personalidade da Cerveja de 2018.

DW na loja


SÃO PAULO, SP

12 Burger and Beer
Nascido como restaurante em 2011, o lugar foi mudando de vocação e ganhando fama entre cervejeiros. Hambúrgueres de foie gras, x-saladas, fritas rústicas com alho e alecrim e coxinhas de rabada provocam a sede. Na carta, organizada por países de origem, figuram 39 rótulos, sendo 24 brasileiros. As duas torneiras de chope servem diferentes estilos de uma única marca.
Rua Simão Álvares, 1018, Pinheiros, tel. (11) 3562-7550; 12burgerandbeer.com.br

Ambar Cervejas Artesanais
Vende cerca de 80 cervejas artesanais engarrafadas, das quais 54 são nacionais – como não há carta, a clientela entra na câmara fria para escolher. A elas, somam-se 15 torneiras de chope, todos brasileiros. Além de três tamanhos de copo, é possível encher growlers de 1 litro. Os goles são acompanhados por hot dogs, hambúrgueres, sanduíches e petiscos, como a tábua alemã de salsichas com salada de batata.
Rua Cunha Gago, 129, Pinheiros, tel. (11) 3031-1274; barambar.com.br

Armazém 77 
No bar de Aline Evangelista, só entram cervejas nacionais – são cerca de 80 engarrafadas e sete torneiras de chope, sempre com novidades. Na cozinha, os chefs também se alternam. Dependendo do dia, pode ter sanduíche de cupim com cerveja Stout, escondidinho de carne-seca ou dadinho de tapioca. Nos dois últimos sábados do mês, a casa recebe shows de rock e punk rock ao vivo.
Rua Betari, 525, Penha, tel. (11) 2296-6120; armazem77.com.br

Balcão 304  
Não espere ser atendido por um garçom – a proposta é que os clientes olhem as cervejas nas prateleiras e façam o pedido no balcão. São quase 100 rótulos, sendo 40% nacionais, e quatro torneiras de chope. Petiscos, como o bolinho de carne-seca com cream cheese e pimenta-biquinho, competem com a feijoada, servida todos os dias, em qualquer horário.
Rua Pitangueiras, 304, Saúde, tel. (11) 4327-0017; balcao304.com.br

Barbacoa 
Na carta de cervejas da unidade do Itaim Bibi, figuram 50 rótulos de dez países. Prevalecem os grandes fabricantes – estilo, características e teor alcoólico são minuciosamente descritos. Há ainda duas torneiras de chope, sempre uma Pilsen e uma Dunkel. As demais unidades trabalham com uma versão reduzida da carta: 27 rótulos, no Morumbi, e 23, no Shopping D&D.
Rua Dr. Renato Paes de Barros, 65, Itaim Bibi, tel. (11) 3168-5522 (mais 14 unidades); barbacoa.com.br

 EAP – Empório Alto dos Pinheiros
Com a proposta de oferecer um ambiente cervejeiro e descontraído, o Empório Alto dos Pinheiros funciona há dez anos e conta com cerca de 350 rótulos de cervejas em garrafas e mais 43 torneiras de chope, sempre com novos aportes, escolhidos de acordo com o perfil do público que frequenta a casa. Da cozinha, saem receitas como hambúrgueres, sanduíches, risotos e massas.
Rua Vupabussu, 305, Pinheiros, tel. (11) 3031-4328; eapsp.com.br

 FrangÓ BAR
A ex-rotisseria transformada em cervejaria nos anos 1990 tem hoje uma das mais bem fornidas cartas da cidade: 500 rótulos, selecionados pelo sommelier Fabiano Bellucci, mais três torneiras de chope. As coxinhas de frango com Catupiry fazem muita gente cruzar a cidade, mas têm concorrentes à altura – entre eles, o frango na brasa com tempero da família do fundador, que deu início à rotisseria em 1987. Um conjunto perfeito que faz dessa casa uma das melhores do Brasil.
Lgo. da Matriz Nossa Senhora do Ó, 168, Freguesia do Ó, tel. (11) 3932-4818; frangobar.com.br

 Ici Brasserie 
A rede reproduz as típicas brasseries francesas. Pratos como moules et frites, steak tartare e cassoulet fazem parceria com 35 cervejas engarrafadas, sendo 17 nacionais – a carta é organizada de acordo com as características de aroma e sabor. O número de torneiras de chope varia de quatro a seis, conforme a unidade, mas o chope próprio, Ici 00, é garantido.
Rua Bela Cintra, 2203, Jardim Paulista, tel. (11) 2883-5063 (mais três unidades); icibrasserie.com.br

 O’Malleys
O pub trintão entretém o público com shows de pop, rock e blues. A carta de cervejas foca na escola inglesa, mas abre espaço para outros estilos. Entre os 60 rótulos, apenas quatro são nacionais. Há ainda 21 torneiras, pelas quais jorra chope de várias procedências. Pratos típicos, como o cozido de cordeiro irish stew, favorecem a harmonização.
Al. Itu, 1529, Jardim Paulista, tel. (11) 3086-0780; omalleysbar.net

Rota do Acarajé
A cozinha é 100% baiana, com a picância que pede a companhia de boas cervejas. Só de acarajés e abarás, são 12 variedades – vale a pena pedir a comida di rua, que traz um acarajé, um abará, vatapá e camarão seco defumado. Cerca de 270 rótulos de cerveja de vários estilos e países, do Weiss alemão ao Pilsen checo, compõem a carta, embora haja sempre outros 20 fora da lista.
Rua Martim Francisco, 529, Santa Cecília, tel. (11) 3668-6222; rotadoacaraje.com.br

 São Paulo Tap House
Aqui só tem chope de microcervejaria brasileira. Nas 40 torneiras, a seleção do sommelier Fabio Aramaki muda o tempo todo. Para acompanhar tanta velocidade, a carta é digital, com informações sobre origem, teor alcoólico e características sensoriais. Quem quer provar vários escolhe uma das cinco réguas de degustação, com quatro chopes cada uma. A fome é assunto para o hambúrguer Beco do Batman, com queijo brie, shiitake e maionese caseira.
Rua Girassol, 340, Vila Madalena, tel. (11) 3530-6602; spth.com.br

The Barley House
Nos seis ambientes decorados como a sala de casa, com direito a sofás e quintal, não há garçons nem cardápio. Os clientes escolhem entre os 12 chopes ou entre as 35 cervejas em garrafa ou em lata, selecionadas pelo sommelier Leonardo Oliveira, e se acomodam como quiser. Eventualmente, há outras nacionalidades, mas as brasileiras tomam conta do pedaço. A casa não tem cozinha. Todo dia, um foodtruck diferente estaciona diante do bar.
Rua Professor Atílio Innocenti, 621, Vila Olímpia, tel. (11) 98444-3554; fb.com/thebarleyhousebr

 Vórtex Brewhouse
Inaugurado em março, o pub fabrica a própria cerveja – das 15 torneiras, quatro jorram chopes da casa, nos estilos Premium Lager, Kellerbier, IPA e Pale Lager Checa. Há também rótulos engarrafados de outras cervejarias, 30 ao todo. Para matar a fome, o hambúrguer vórtex leva queijo da Serra da Canastra, tomate e cebola-roxa no pão de brioche. Aos sábados, tem feijoada completa.
Rua Alexandre Dumas, 1129, Chácara Santo Antônio, tel. (11) 5184-0526; fb.com/vortexbrewhouse

BARRA BONITA, SP

Castro Bar 
Bolinhos, sanduíches e a indefectível feijoada dos sábados aumentam a sede pelas 82 cervejas da carta, assinada pelo sommelier João Paulo Prado e Souza. Toda semana há rótulos novos, nacionais e importados. Vale a pena ficar de olho no calendário. Em agosto, a festa de aniversário do bar oferece chope artesanal à vontade. Em dezembro, acontece a festa Cerveja na Rua do Castro Bar, quando cervejarias artesanais vendem sua produção em barraquinhas, ao som de rock.
Rua Winifrida, 213, Centro, tel. (14) 3641-4002

CAMPINAS, SP

Lado B – Cerveja, Comida & Afins
Com salão gigante de 400 lugares, o bar dá exclusividade às cervejas nacionais artesanais. São 20 rótulos engarrafados e 30 chopes, garimpados entre pequenos produtores de Campinas e arredores – 20 por vez são conectados às torneiras. A carta eletrônica traz informações completas sobre as cervejas. Entre os petiscos típicos de boteco, a puroporco é uma fritada de linguiça com cebola-roxa, tomate, cheiro-verde e fitas de provolone.
Av. Albino José Barbosa de Oliveira, 1240, Barão Geraldo, tel. (19) 3249-0014; barladob.com.br

Lume 
Pratos contemporâneos com sotaque mineiro, a exemplo da leitoa pururuca com chantilly salgado e farofa de bacon, escoltam as cervejas. A carta, que muda a cada três meses, lista 40 rótulos da região, selecionados pelo sommelier Cauê Tavares e servidos exclusivamente em garrafas. Eventualmente, a casa prepara jantares harmonizados.
Rua dos Bandeirantes, 66, Cambuí, tel. (19) 3579-5125; restaurantelume.com.br

RIBEIRÃO PRETO, SP

Biergarten Chope & Comida
Na casa de cozinha alemã, as cervejas artesanais são o destaque da carta, que muda semanalmente. São cerca de 250 rótulos engarrafados, dos quais 26 fabricados no Brasil, e 16 chopes, entre nacionais e importados. Fácil, portanto, harmonizar com o bolinho de arroz ou com o bem servido joelho de porco, que dá para dois.
Rua São José, 1483, Jardim Sumaré, tel. (16) 3237-0722; emporiobiergarten.com.br

Empório Toscana
O nome não é por acaso – o lugar funciona mesmo como empório, onde o cliente pode comprar cervejas e levá-las para casa. Mas também é bar, com 200 rótulos na carta. Todos ficam expostos na geladeira, organizados por escolas cervejeiras. As sugestões de harmonização são encontradas no menu. Descobre-se, por exemplo, que o sanduíche de presunto cru com queijo gouda e molho de mostarda e mel, montado na ciabatta, pede uma Pale Ale inglesa caramelizada.
Av. Anhanguera, 1087, Alto da Boa Vista, tel. (16) 3235-5779; emporiotoscana.com

BLUMENAU, SC 

Bier Vila  
No miolo da Vila Germânica, parque que abriga a Oktoberfest, a cervejaria tem 300 rótulos na carta, entre nacionais e importados. É possível achar marcas regionais bem pouco conhecidas em outros estados. Quem vai de chope encontra 30 torneiras. Pratos alemães substanciosos como o hackepeter, versão mais condimentada do steak tartare, combatem a fome. Toda noite tem música ao vivo – nos fins de semana, canções típicas alemãs começam às 12 h.
Rua Alberto Stein, 199, Velha, tel. (47) 3329-0808; biervila.com.br

FLORIANÓPOLIS, SC

Books & Beers
Misto de bar, restaurante e livraria, tem como especialidade as cervejas artesanais brasileiras. Na seleção do sommelier Marcos Fhurmann, aparecem 32 rótulos engarrafados e 14 chopes. A pancetta da casa, pururucada, com ketchup de goiabada, abre o apetite para o camarão no mar vermelho, salteado com pimentões, broto de feijão e curry vermelho.
Rua Senador Ivo D’Aquino, 103, Lagoa da Conceição, tel. (48) 3206-6664; booksbeers.com.br

DISTRITO FEDERAL

Godofredo
Um dos primeiros bares do Distrito Federal a transitar no universo das cervejas artesanais lista na carta 200 rótulos de diversas procedências – entre eles, 29 brasileiros. Há uma marca própria, a Porco Loco Cervejeiros, nos estilos Weiss, Vienna e Ipa. Onze chopes são engatados nas torneiras. No menu de petiscos, chama atenção a cauda de jacaré à passarinho com alho e especiarias ao molho de laranja.
CLN 408, bloco B, lj. 12, Brasília, tel. (61) 3965-6666; bargodofredo.com.br

MACEIÓ, AL

Divina Gula
Nascido como cachaçaria e restaurante de cozinha mineira, o lugar tornou-se também referência em boas cervejas. São 61 rótulos, de grandes e pequenas cervejarias, sendo 14 nacionais. Há ainda sete torneiras de chope. O sotaque de Minas ainda é forte no menu – para cinco pessoas, o prato amostrado traz porções de tutu, feijão-tropeiro, arroz de alho, linguiça, costela suína, pernil, frango com quiabo, torresmo, farofa de milho, angu e jiló na chapa.
Av. Engenheiro Paulo Brandão Nogueira, 85, Jatiúca, tel. (82) 3235-1016; divinagula.com.br

RECIFE, PE 

Apolo Beer Cafe 
Garrafas brasileiras e estrangeiras, que somam 100 rótulos, são expostas em duas geladeiras – uma mantida entre 4 oC e 10 oC e outra, entre -2 oC e 2 oC. Nas torneiras, prevalecem os chopes pernambucanos. Os atendentes falam sobre cada cerveja e sugerem harmonizações. Torresmo, pastéis de margherita, mini-burgers com fritas e costelinhas suínas ao molho barbecue são os hits do menu.
Rua do Apolo, 164, Recife Antigo, tel. (81) 3088-8091; FB.com/apolobeercafe

RIO DE JANEIRO, RJ

Delirium Café Ipanema
Embora o foco seja a escola belga, a franquia da rede de Bruxelas oferece até 450 rótulos engarrafados e dez opções de chope do mundo todo – só do Brasil, são 150. Para conhecer vários, há dez formatos de degustação. Faz sucesso a minicocote de camarão com redução de cerveja. Às terças e quartas-feiras, porém, o certo é pedir mexilhões com fritas ao molho de witbier.
Rua Barão da Torre, 183, Ipanema, tel. (21) 2502-0029; deliriumcafe.com.br

Hop Lab Pub
O chope impera por ali – são 30 torneiras. A seleção da sommelière Fernanda Corrêa de Freitas, na qual cabem marcas raras do Brasil e de outros países, muda quase todos os dias. Cervejarias do Rio de Janeiro têm lugar garantido, assim como os dois chopes da casa: o Dead Shot Monk e o Blank Mind Monk. Para rebater, tem coxinha de marreco com ketchup de manga e torta de carne com cerveja Stout, receita típica inglesa.
Rua Barão de Iguatemi, 292, Praça da Bandeira, tel. (21) 3217-1146; fb.com/hoplab

Matérias Relacionadas