Prazeres da mesa

Reportagem, Viagens

Paraíso sem tumulto

Diferente dos badalados destinos caribenhos, a parte francesa da ilha de Saint Martin é um reduto de tranquilidade e com inúmeras opções gastronômicas

Por: Prazeres Da Mesa | 22.may.2017

Por Stephanie Vapsys

Fotos Laurant Benoit, Francesco Amaiud e Divulgação 

Ao deixar o Aeroporto Internacional Princesa Juliana, situado na parte holandesa de Saint Martin e atravessar a fronteira para a parte francesa da ilha já é possível sentir a nítida diferença cultural. Esqueça os suntuosos resorts, as praias abarrotadas de turistas e as agitadas festas em cassinos e bares. Enfim, esqueça tudo aquilo que é comum nos destinos mais procurados do Caribe.

Apesar de pequena, a ilha apresenta duas regiões totalmente diferentes. É como estar em dois países de uma só vez. O estilo agitado do lado holandês já pode ser percebido pelos turistas antes mesmo do avião aterrissar, na Maho Beach. Praticamente encostada na pista de pouso do aeroporto, essa praia reúne diariamente banhistas que ficam a espera dos aviões que passam quase rente ao mar. Eles acenam, aplaudem, filmam e se divertem a cada pouso. O fascínio é tanto que os bares da Maho Beach possuem televisões exibindo o horário de chegada dos aviões.

No caminho entre o aeroporto até o lado francês, o cenário é rodeado de cassinos, resorts e centros de lojas. Prédios altos e largos, colados uns aos outros enchem as pequenas ruas da ilha. A arquitetura moderna e com cores fortes chamam a atenção de longe. Indo em direção ao norte, a vista muda completamente. A agitada Sint Maarten, grafia usada pelos holandeses, se transforma na pacata Saint Martin.  Além da arquitetura mudam o idioma, a moeda, a cultura, a gastronomia… Nada é igual. Os grandes resorts dão lugar às pequenas pousadas de no máximo dois andares, assim como os bares dão lugar aos aconchegantes restaurantes e bistrôs.

Saint Martin

Entendendo a culinária

Além da clara influência francesa, a gastronomia do lado norte de Saint Martin também é marcada pela grande abundância de peixes e frutos do mar e por alguns pratos típicos da pequena ilha. Lá o requinte e tradição da culinária francesa se misturam com os sabores e aromas caribenhos.

A parte francesa é um prato cheio para quem gosta de gastronomia. São mais de 500 restaurantes. Desses, seis estão na lista dos melhores 50 restaurantes do Caribe eleitos pelo Caribbean Journal. A região da praia de Grand Case, considerado o principal polo gastronômico do Caribe, é conhecida pelos tradicionais restaurantes.

Saint Martin

Apreciando a culinária francesa

Le Tastevin

Aberto em 1984, o Le Testavin é um dos restaurantes mais tradicionais do Grand Case. O terraço com vista ao mar é o grande chamariz da casa, por isso opte por ir no jantar, quando o espaço está aberto. O restaurante combina as técnicas da culinária francesa com peixes e frutos do mar da ilha. No amplo cardápio destacam-se o peixe pargo assado com creme de limão e berinjela grelhada com parmesão e o brioche com pera caramelizada e sorvete de baunilha.

Boulevard de Grand Case, 86, Grand Case, tel. (+590) 590-87-5545, St. Martin, letastevin-restaurant.com

Le Temps de Cerise Hotel

A boutique francesa Le Temps de Cerise escolheu Saint Martin para abrir um encantador hotel. Localizado no centro de Grand Case, o hotel possui nove quartos e um restaurante de culinária moderna francesa. A decoração do lugar apresenta perfeitamente a alma de Saint Martin. O Le Temps de Cerise mescla elementos clássicos e vintages, remetendo aos clássicos bistrôs franceses, e móveis rústicos que dão uma sensação praiana e mais descontraída ao lugar.

 O restaurante aberto e com vista para o mar possui um cardápio que muda diariamente. Ao entrar, o comensal é avista uma pequena lousa com sugestões do dia, das entradas aos pratos principais e sobremesas.

 Boulevard de Grand-Case, 158, Grand Case, tel. (+590) 590-51-3627, Saint Martin, letempsdesceriseshotel.com/

Le Pressoir

O carismático chef Frank Méar ganhou o título de melhor chef do Caribe em 2015 pelo Caribbean Journal.  O seu restaurante, o Le Pressoir é considerado o segundo melhor do Caribe. É um dos poucos restaurantes de Grand Case que não se vê o mar, mas as delícias preparadas por Méar compensam a falta de vista. O Le Pressoir funciona em uma das primeiras casas de Saint Martin. Construída em 1871, a casa se transformou em restaurante em 2004. Quando visitar, não deixe de provar as vieiras assadas, uma das especialidades do chef.

Boulevard de Grand-Case, 32, Grand Case, tel. (+590) 590- 87-76-62, Saint Martin, lepressoirsxm.com

La Cave – La Samanna

Uns dos maiores hotéis do lado francês é o La Samanna, do grupo Belmond. Ele é um dos únicos resorts que ficam na parte norte. O La Samanna abriga um restaurante escondido, o La Cave. Como o nome já diz, é um ambiente privado que se assemelha a uma caverna.

O La Cave traz uma pequena adega de vinhos e tem apenas uma mesa, que atende até 15 pessoas, por isso é necessário fazer reserva. Além de experimentar um menu degustação com pratos especiais, os comensais contam com a presença de um sommelier exclusivo.

Baie Longue, PO Box 4077 97064, Terres Basses, St Martin, belmond.com/la-samanna-st-martin

Anse Marcel Beach

Quando for conhecer as ilhas de Pinel e Tintamarre, não deixe de passar na Anse Marcel Beach, um hotel e restaurante localizado na região da praia de Anse Marcel. Ao chegar, os clientes são acomodados em charmosas cabaninhas e recebem o planteur punch, um típico drinque caribenho a base de rum. O cardápio varia conforme o dia, mas se puder, na hora da sobremesa, escolha a patê a choux.

 Rue de Lonvillier, 26, Anse Marcel, tel. (+590) 590-27-2414, St. Martin, ansemarcelbeach.com

Anse Marcel Beach - Saint Martin

Conhecendo a culinária local

Enoch’s  e Scooby’s

Além dos restaurantes de alta gastronomia, outras paradas obrigatórias são os estabelecimentos que oferecem a comida local. No Enoch’s, situado em Marigot, é possível experimentar o Johnny cake, um bolo típico que é servido assado ou frito. Hoje em dia, o Johnny cake possui diversos recheios, mas quem preza pela tradição, só consome o sabor de bacalhau.

O Scooby’s Bar & Creole Restaurant é conhecido por oferecer um dos melhores lolos de Sant Martin. Lolo é uma sigla para local food and low prices (comida local e preços baixos), por isso dificilmente um dos pratos de lá custará mais que 10 euros. Especializado em comida criola, o Scooby’s serve combinados de frutos do mar e peixes fritos ou grelhados. O ideal é ir acompanhado para conseguir experimentar diversos pratos.

Enoch’s, Marigot Market, Front de Mer, tel. (+590) 590-29–29–88, Marigot, St. Martin

Scooby’s Bar & Creole Restaurant, Boulevard de Grand Case, 186, Grand Case, St. Martin

Para beber

Bacchus

No andar subterrâneo do restaurante e loja de vinhos Bacchus fica a maior adega de vinhos do Caribe, com aproximadamente 2.600 rótulos. Muitos desses vinhos podem ser adquiridos no empório ou durante as refeições no restaurante. O cardápio do lugar é composto por clássicos da culinária francesa. Diferente da maioria dos restaurantes de Saint Martin, o visual moderno e longe da praia se assemelha aos dos restaurantes contemporâneos de grandes capitais.

Zone Artisanale Hope Estate, tel. (+590) 590-87-15-70, St. Martin, bacchussxm.com

Calmo’s Café

Um dos únicos lugares agitados na parte francesa é o Calmo’s Café, um misto de bar e balada a beira-mar. A casa oferece drinques que fazem sucesso no mundo todo. Às quintas-feiras, o bar recebe um show ao vivo de salsa, com direito a releituras de famosas músicas de pop e rock.  É um dos poucos lugares em Saint Martin que nos faz lembrar que estamos no Caribe.

Boulevard de Grand Case, 40, Grand Case, St. Martin, lecalmoscafe.com

Roteiro Turístico

Além das atrações gastronômicas, há muito que fazer na pequena ilha. São inúmeras as praias e ilhas escondidas que merecem atenção. Conhecida como a Saint-Tropez do Caribe, a Orient Bay é a praia mais movimentada de Saint Martin. E mesmo assim, comparada às praias brasileiras, ela é calma e tranquila. A região é frequentada por quem gosta de praticar esportes aquáticos como jet ski e surf. O mar é um pouco mais agitado em relação à praia de Grande-Case, mas a temperatura morna agrada bastante os turistas.

Uma aventura imperdível em Sant Martin é o passeio de barco para as pequenas ilhas escondidas de Pinel e Tintamarre. Considerada ilhas dentro das ilhas, Pinel e Tintamarre têm mar calmo e com condições excelentes para mergulho e snorkeling. A travessia de barco saindo de Grand Case não chega a durar 20 minutos e é sem dúvida um dos pontos mais altos da viagem.

Já a reserva natural de Loterie Farm é uma atração para quem quer dar um descanso das praias. A fazenda é dividida em duas partes, uma pensada para aventureiros e outra para quem procura relaxar. Longas trilhas, circuitos de arborismo e tirolesa estão à disposição dos corajosos. Quem prefere apenas descansar, pode aproveitar para reservar as cabanas da área. São ao todo onze cabanas que acolhem até 10 pessoas, por isso o ideal é ir acompanhado. Apesar de pacata, não faltam opções do que fazer em Saint Martin.

Saint Martin - Marigot

*A reportagem viajou a convite da Secretaria de Turismo de Saint Martin

Matérias Relacionadas