Prazeres da mesa

Notícias

Chef Ivo Faria e hotéis-escola Senac promovem jantar que celebra o maestro brasileiro Villa-Lobos

Por: | 3.jul.2012

Da redação
Fotos divulgação

O maestro Heitor Villa-Lobos ficou conhecido por sua admiração pelos ritmos folclóricos brasileiros que descobriu em suas inúmeras viagens pelo país. E isso, claro, refletiu-se em sua obra, fazendo dele um dos maiores compositores do século XX. Em sua homenagem, os hotéis-escola Senac promovem dois jantares intitulados “Alma Brasileira”, para celebrar o legado do maestro e unir sua música às raízes da gastronomia nacional.

O evento ocorre durante a 4ª edição do Festival Rota dos Sentidos, e traz o chef mineiro Ivo Faria (foto), do restaurante Vecchio Sogno, de Belo Horizonte, para compor os sabores inspirados em Villa-Lobos. No dia 7 de julho, o jantar será no restaurante Engenho das Águas, no Grande Hotel São Pedro (convites a R$ 180). No dia 14, ocorrerá no restaurante do Grande Hotel Campos do Jordão (R$ 220 por pessoa).

O chef mineiro, assim como o maestro, tem fortes raízes brasileiras e um vínculo grande com a cultura europeia – seu restaurante na capital mineira tem forte sotaque italiano. Usando essas influências, Ivo vai preparar receitas como o darne de peixe sobre moquequinha de abóbora e molho de cupuaçu, e o envelope de galinha caipira à caipora sobre cremoso aipim, ambos baseados em composições famosas do maestro. Todos os pratos serão harmonizados com rótulos da vinícola chilena Concha y Toro.
 
Para complementar os eventos, a soprano Julianne Daud interpretará uma seleção musical escolhida a dedo pelo chef mineiro, acompanhada de piano, violino e violoncelo.

Veja abaixo o cardápio completo dos jantares em homenagem a Villa-Lobos:

Entrada: Darne de peixe sobre moquequinha de abóbora e molho de cupuaçu
Inspiração: Obras Orquestrais Uirapuru. Composto em 1917, o poema sinfônico tenta recriar os sons da Amazônia que encantaram Villa-Lobos.

Primeiro prato: Envelope de galinha caipira à caipora sobre cremoso aipim
Inspiração: Choros nº 5. Composta em 1925, tem como subtítulo “Alma Brasileira” e é uma das obras mais expressivas do maestro. Nela, o compositor busca sintetizar as músicas populares e indígenas do Brasil.
 
Segundo Prato: Teclado de costelinha de porco em baixa temperatura à moda sertaneja
Inspiração: Bachiana nº 2 – Toccata Final para orquestra. Esta música, escrita em 1930, correu o mundo com o subtítulo de “Trenzinho Caipira”. Foi inspirada nas viagens de trem que o maestro costumava fazer para divulgar seu trabalho e também em busca de novos ritmos e sons para suas obras.

Sobremesa: Infinita doçura
Inspiração: Bachiana nº 5 – a Ária Cantilena. Esta obra para soprano e oito violoncelos transformou-se na assinatura musical internacional de Villa-Lobos.

As reservas para os jantares podem ser feitas diretamente com os hotéis-escola do Senac.

Grande Hotel São Pedro – Hotel-escola Senac (foto)
7/7, sábado, 21h
Restaurante Engenho das Águas
Preço: R$ 180
Informações e reservas: (19) 3482-7600

Grande Hotel Campos do Jordão – Hotel-escola Senac
14/7, sábado, 20h30
Restaurante Araucária
Preço: R$ 220
Informações e reservas: (12) 3668-6000

Matérias Relacionadas