Chefs

Carlo Petrini

Slow Food

O jornalista e escritor Carlo Petrini nasceu em 1949 no Norte da Itália e desde cedo defende um sistema de alimentação que visa à sustentabilidade. Em 1989, assinou o Manifesto Slow Food, em Paris, e desde então atua com presidente do movimento.

Participou de diversos projetos como a criação da Universidade de Ciências Gastronômicas, em Pollenzo, na Itália, sendo a primeira instituição acadêmica que oferece uma abordagem interdisciplinar dos estudos alimentares e criou também o Terra Madre, rede de produtores, pescadores, artesãos, cozinheiros, jovens, acadêmicos e especialistas que hoje somam mais de 2.000 pessoas de 150 países.

Carlo Petrini coleciona títulos e prêmios. Em 2004, foi eleito o Herói Europeu pela revista Time. Em 2008 entrou para a lista ‘50 People Who Could Save the World’ (50 pessoas que poderiam salvar o mundo) do jornal The Guardian.

Continua após o anúncio

Em 2013, foi eleito co-vencedor do prêmio Campeão da Terra, pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e em 2016, se tornou Embaixador Especial da FAO na Europa para a Estratégia Fome Zero.

Ele também atua como colaborador do jornal italiano La Repubblica, onde escreve sobre desenvolvimento sustentável, cultura, gastronomia e a relação entre alimentos e meio ambiente e é autor dos livros Le ragioni del gusto (2001); Slow Food Revolution (2005); Slow Food, princípios de uma nova gastronomia (2007); Terra Madre (2011) e Cibo e libertà. Slow Food: storie di gastronomia per la liberazione (2013).

Mostrar mais

Prazeres da Mesa

Lançada em 2003, a proposta da revista é saciar o apetite de todos os leitores que gostam de cozinhar, viajar e conhecer os segredos dos bons vinhos e de outras bebidas antecipando tendências e mostrando as novidades desse delicioso universo.

Artigos relacionados

Leia também

Fechar
Botão Voltar ao topo