Colunas

Conexão Milão

9 Clusters:  superpavilhões dedicados à essência da alimentação mundial

Diversos países estão reunidos nestes “cilos”, não pela situação geográfica, mas sim pelo o que produzem: arroz, cacau e chocolate, café, frutas e legumes, especiarias, cereais e tubérculos, ingredientes biomediterrâneos, pescados e frutos do mar e alimentos do deserto. São enormes, muito educativos, mas estranhamente, o Brasil, como um grande celeiro mundial, não está entre eles. Ficamos devendo!

Oriente: suntuoso e curioso

Continua após o anúncio

Qatar, Emirados Árabes, Sudão, Omã, Kwait, Bahrein, Egito são alguns dos expoentes do mundo árabe presentes com luxuosos pavilhões , sempre com um quê de dourado, muita riqueza de detalhes e trabalhos manuais. Eles têm o aspecto de minipalácios Muitas mulheres de burca por aqui, inimaginável com o calor de 40º C do verão europeu. Enfim, tudo é adaptação e resignação. É impressionante ver como países que vivem sob condições climáticas das mais adversas ou em guerras constantes possuem, por um lado, a benevolência da riqueza do petróleo e, ao mesmo tempo, o desafio da sobrevivência de seus alimentos.

Alemanha: o mundo das ideias

O tema da ExpoMilano 2015 é “Feeding the planet, energy for life!”. As nações dão suas sugestões sobre como alimentar os bilhões de habitantes que seremos até 2050. No pavilhão alemão, são ideias diferenciadas de sustentabilidade que impressionam, como o “seepad”, o ipad ecológico ,que não passa de um pedaço de papelão microondolado funcionando como uma minitela, a partir de projeções de realidade aumentada. Você passeia com seu “seepad”e as informações vão aparecem com menos uso de suprimentos, peças, materiais poluentes e impacto ambiental, sem perda do melhor da tecnologia. Curti!

IMG_1297 - See Pad - EXPOMILANO 2015

Marcas engajadas!

Interessante a iniciativa de algumas empresas que participam da feira sem pertencer diretamente a indústria, entidades e organismos da gastronomia. É o caso da Fiat, com o seu Cinquecento. Pertinente ao tema e simpático. Não é a toa que ele é um dos carros mais amados da Europa. Sobretudo, são marcas que entendem o poder de atração da gastronomia para atingimento de um público qualificado e envolvido com o futuro. Muito bonitas as instalações!

Gastronomia no museu: Arts & Foods, rituais desde 1851. Imperdível!

Paralelamente a ExpoMilano 2015, acontece a exposição temática Arts & Foods, no museu La Trienale de Milano, com quase duas mil obras. Estão retratados artistas de todo o mundo que se ocupam da gastronomia desde 1851, ano em que a primeira grande Expo Mundial, como a Milano 2015, aconteceu, em Londres. É de tirar o fôlego! Dos renascentistas, como Renoir, um grande apreciador da boa mesa, aos pós-modernos, dos filmes às peças de teatro, instalações e happenings, dos utensílios, mobiliário e design, enfim, o mundo pop e acadêmico da cultura gastronômica apresentado em berço esplêndido!

Japão: sempre uma lição de humildade, tecnologia e futurismo!

De forma didática e bem pensada, o país fez sua lição de casa. O pavilhão do Japão é um dos que mais obedeceu a norma da organização na utilização de materiais recicláveis e de baixo impacto ao ambiente. Listou 16 dicas de como se pode contribuir para a alimentação do futuro, incluindo a criação do atum em cativeiro, uma trégua na polêmica enorme em torno da pesca predatória e extinção deste pescado. O pavilhão do Japão tem sempre uma fila de espera mínima de uma hora para entrar. Mas a experiência vale a pena. O circuito começa com uma animação superpoética, sublime. Na continuidade, um alagado higtech, luzes e imagens em tecnologia touch. E para finalizar, restaurante virtual. Assim que o ohashi toca a mesa, o pedido aparece para a cozinha e as explicações do menu também. Para compensar, a nossa hostess é a mais típica japonesa de quimono, doce e boazinha. Kampai! Tradição e inovação lado a lado.

Calor, música e chá de hortelã em atmosfera marroquina.

No pavilhão do Marrocos, o convite foi para relaxar e curtir a música do país. Uma espécie de oásis. Com o calor que faz em Milão, o espaço foi muito bem aproveitado pelos visitantes. Para refrescar, palmeiras, chá de hortelã e música da melhor qualidade. Bonito de ver, ouvir, cheirar e sentir.

ExpoMilano 2015: iniciativas sustentáveis por todo lado

Até mesmo nas áreas de descanso, a ideia é mostrar formas sustentáveis de reproduzir os alimentos. É o caso desta pérgola suspensa em um café lounge, que foi aproveitada para o cultivo de morangos. Como a feira dura mais de 6 meses, passando pelo verão, é um desafio manter tanta coisa viva e viçosa o tempo todo. Mas eles estão conseguindo!

IMG_1460 - Pérgola - EXPOMILANO 2015

Robótica no supermercado do futuro

A feira conta com um espaço de compras e futurologia, o #FFD – Future Food District, que apresenta novas soluções para o varejo. O projeto é assinado por Carlo Ratti, Diretor do Senseable City Lab do MIT – Massachusetts Institute of Technology, com participação da ABB TEC em parceria com a Coop, uma grande rede de cooperados de toda a Itália. Entre as tecnologias de ponta estão demonstradas gôndolas com informação dinâmica, embalagens e alimentos inteligentes, robôs atendentes (foto), dados controlados e apurados em tempo real, além da possibilidade de conexão entre clientes de uma mesma loja, por meio de uma rede social própria do ponto de venda.

 

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Leia também

Fechar
Botão Voltar ao topo