Prazeres da mesa

Reportagens

Entreposto de sabores

Um dos principais centros comerciais do Brasil, o Mercadão resguarda muitas histórias e produtos que todo bom gourmet adora

Por: Prazeres Da Mesa | 18.apr.2018

Por Beatriz Albertoni e Stephanie Vapsys

Fotos Ricardo D’Angelo

MercadãoEspalhados pelos 12.600 metros quadrados do Mercado Municipal de São Paulo, popularmente chamado de Mercadão, ficam os quase 300 boxes nos quais mais de 1.500 funcionários trabalham diariamente. Inaugurado em 1933 na Rua da Cantareira, o Mercadão substituiu o antigo Mercado Central que funcionava na famosa Rua 25 de Março.

O majestoso prédio que leva 32 painéis subdivididos em 72 vitrais assinados pelo artista russo Conrado Sorgenicht Filho é de tirar o fôlego. O edifício abriga comerciantes de todas as zonas de São Paulo que ali vendem frutas, verduras, legumes, carnes, especiarias, temperos, laticínios, massas, doces, sementes, castanhas e produtos importados.

Ícone do Mercadão, o sanduíche de mortadela era um lanche comum vendido no balcão do Bar do Mané. As generosas fatias do embutido vieram apenas na década de 1970 quando os funcionários decidiram brincar com um cliente que reclamava insistentemente sobre a falta de recheio. A brincadeira vingou e o sanduíche feito com 200 gramas de mortadela virou referência gastronômica para quem visita a capital paulista. Hoje, boa parte das barracas reproduz o já consagrado lanche.

MercadãoEm 2004, depois de uma grande reforma, o Mercadão ganhou um mezanino que hoje abriga bares e restaurantes. A construção do segundo andar, repleto de opções gourmet, foi um divisor de águas no local, que acabou se transformando em um dos principais pontos turísticos de São Paulo. Com a mudança de público, os comerciantes tiveram de se adaptar. Muitas barracas fecharam e as que ficaram, para sobreviver, precisaram repensar o modelo de negócio.

Os turistas que passam pelo Mercadão vão com o intuito de conhecer e aproveitar a gastronomia que o local tem a oferecer. Com isso, restaurantes e lanchonetes ganharam força e são os lugares mais procurados por lá, garantindo uma imensa fila de espera no almoço dos fins de semana.

Além dos boxes de sanduíches e pastéis, as frutas são outro produto bastante requisitado no Mercadão, somando mais de 100 barracas. Porém, poucas sobressaem. Os preços nem sempre são convidativos e, para tentar se diferenciar das demais, as barracas se promovem anunciando que vendem frutas exóticas – a exemplo de pitaya e mangostim, e apelam para uma abordagem invasiva.

Sendo assim, é preciso conhecer bem o Mercadão para fazer boas compras. Com tantas opções nos mais de 290 boxes e seus respectivos vendedores na árdua tarefa de conquistar a clientela pelo gogó, fica difícil decidir aonde ir. Pensando nisso, selecionamos os lugares que merecem atenção. Confira a lista a seguir.

Mercadão

Açougue

Miúdos Nastari

Aberto desde a inauguração do Mercadão em 1933, a pequena banca Nastari não é nada convencional. As saídas mais numerosas são as tripas, bastante procuradas por chineses para saboreá-las fritas, e língua de boi para a famosa feijoada. Há ainda coração, dobradinha, miolo, rabada e sarapatel. Um parque de diversões para os apaixonados por miúdos.

Rua A, Box 37, tel. (11) 3227-3135.

O Rei dos Cabritos

Essa banca não é para aqueles que procuram as carnes do dia a dia, como boi e frango. Especializado em cortes exóticos, O Rei dos Cabritos comercializa desde 1927 carnes de cordeiro, cabrito, vitelo, javali, coelho e búfalo. Apesar da excentricidade, a saída desses produtos é grande, inclusive para restaurantes de alto padrão.
Rua E, Box 27, tel. (11) 3228-3904;

oreidoscabritos.com.br

Porco Feliz

Uma das maiores bancas do Mercadão, o Porco Feliz oferece grande variedade de cortes nobres de carne suína. O diferencial é ter sempre produtos frescos, repostos todos os dias, evitando ainda qualquer desperdício. Congeladas são apenas as carnes de rã, jacaré e coelho, também disponíveis no local.

Rua E, Box 26, tel. (11) 3315-0180; porcofeliz.com.br

Mercadão - Porco Feliz

Empório

Banca do Pacheco

Em funcionamento desde a inauguração do entreposto, em 1933, a Banca do Pacheco começou como loja de artigos para feijoada. Hoje, como empório, oferece boa carta de produtos portugueses, como bacalhau, azeites, queijos e azeitonas. O item mais vendido na loja são as tripas para fazer linguiça. Rua D, Box 19, tel. (11) 3228, 0296; bancadopacheco.com.br

Mercadão - Banca do RamonBanca do Ramon 

Uma das marcas mais famosas do Mercadão, a Banca do Ramon se instalou em sete espaços do entreposto. São quatro empórios e três adegas que contabilizam cerca de 5.000 rótulos de vinho de várias partes e preços. Por lá, é possível encontrar grandes vinhos, como os portugueses Pera-Manca e Barca Velha. Os carros-chefes são o bacalhau e o azeite, mas também há boa saída de chouriço, salame, temperos e frutas secas. Para aqueles que não conseguem visitar o Mercadão, há uma loja virtual com entregas para todo o Brasil. Tel. (11) 3228-1377; bancadoramon.com.br

Casa Borges

Aberta desde 1959, a Casa Borges ainda é administrada pelo fundador português, Seu Sebastião Borges. Frutas secas, bacalhau, queijo e azeitonas variadas – algumas importadas de Portugal – são as atrações da banca que atende alguns dos renomados restaurantes de São Paulo.
Rua B, Box 3, tel. (11) 3227-2099; casaborges.com.br

Mercadão - Emporio ChiapettaEmpório Chiappetta

Carlo Chiappetta começou no Mercadão em 1933 com um box de secos e molhados. Mais de sete décadas depois, a imponente banca com vitrines tentadoras é ainda administrada pela família e conta com uma gama de produtos importados e nacionais. O diferencial da marca é a parceria com pequenos produtores, como o Olivas do Rei, produtor de azeite na Serra da Bocaina. O empório ainda lançou recentemente uma linha de produtos para sorvetes, a Fiumefreddo. Rua G, Box 4/6,
tel. (11) 3312-0598; chiappetta.com.br

Empório Luso Brasileiro 

Conhecido como Rei do Bacalhau, não é difícil imaginar qual é o produto mais vendido na casa. Inaugurada em 1958 por Manuel Nunes, a barraca é uma das poucas do Mercadão que sobreviveu até hoje nas mãos da mesma família. Atualmente, quem cuida do empório são os filhos Marcelo e Manuela. Além do bacalhau, o espaço conta com azeites, azeitonas, molhos, temperos, embutidos, conservas, frutas secas, queijos e vinhos.
Rua D, Box 12, tel. (11) 3227-4213;

emporioreidobacalhau.com.br

Empório Petali

Especializado em produtos para feijoada, o Empório Petali oferece de carne-seca e linguiça a joelho de porco e língua. Há ainda insumos para outros tipos de preparo, como bacalhau, presunto cru e embutidos variados. Para quem não tem fácil acesso ao Mercadão, os produtos estão disponíveis também on-line, no site da loja.

Rua E, Box 19, tel. (11) 3228-1039;

emporiopetali.com.br

Família Mendonça

Grandes potes de palmito em conserva preenchem as prateleiras da banca Família Mendonça. Por lá, ainda é possível encontrar bacalhau do Porto, azeites, nozes e frutas secas a granel. Aberto em 2008, o box comercializava apenas produtos orgânicos, mas a necessidade de se adaptar à clientela fez com que o portfólio ganhasse mais variedade. Rua G/H, boxes 38/37,
tel. (11) 3227-9858.

G. Frederico & Cia.

Destino para quem busca um bom tempero para as receitas, a banca G. Frederico & Cia. dispõe de grande variedade de ervas, especiarias, condimentos e produtos para embutidos. A lista de produtos é grande e o estoque, que inclui temperos para o dia a dia e outros para preparos inusitados, é sempre renovado para manter o frescor das iguarias. Rua F, Box 21, tel. (11) 3228-1854.

Jamoneira Santa Thereza

A Jamoneira Santa Thereza surgiu em 1954 para atender os espanhóis que desembarcaram na cidade em meio ao crescimento da indústria automobilística. Mantendo as mesmas características da época, a banca é famosa pelo chouriço e pelo jamón, o presunto espanhol.

Rua F, Box 19, tel. (11) 3228-2074.

Mr. Josef

Apesar de os temperos mais comuns serem os mais vendidos, no Mr. Josef é possível encontrar variedade de especiarias do mundo todo, como algumas da África. A banca ainda comercializa temperos exclusivos, como o fumacê, feito de ervas para ornar com as carnes vermelhas. Há ainda mix de tempero para pernil e a pimenta Hell’s Pepper, desenvolvida pelo próprio empório.

Rua E, Box 15, tel. (11) 3228-3104; mrjosef.com.br

Santa Therezinha

Inaugurado em 2004, Santa Therezinha é o empório com mais variedades de produtos do Mercadão. São três barracas só no Mercado Municipal, além de outras unidades em Piracicaba, Campinas, Ribeirão Preto e Rio de Janeiro. Nas duas principais, localizadas na Rua H, encontram-se bebidas nacionais e importadas, frios, embutidos, conservas, temperos, cafés, castanhas, chás, sementes, doces artesanais, frutas secas ou cristalizadas, patês, chocolates, sais especiais, itens das cozinhas árabe e espanhola, utensílios de cozinha e produtos gourmet, como caviar, foie gras e trufas.

Rua H, boxes 10/12, tel. (11) 3326-2584; statherezinha.com.br

Sema e Borges

Bom ponto para encontrar grande variedade de grãos, nozes e sementes, o empório Sema e Borges comercializa produtos a granel. Apesar da boa oferta de farinhas, chia, quinoa e centeio, na banca há ainda bacalhau, chocolate, azeites e diversidade de feijões: fradinho, branco, moyashi, roxinho e andu.

Rua A, Box 15, tel. (11) 3227-1624.

Tio Ali Árabe 

Aberto em 2005, o empório Tio Ali Árabe é conhecido pela oferta de produtos da cultura libanesa. Os doces, como o ninho de nozes ou a baklawa de pistache, chamam atenção de longe. Produtos como queijo chancliche, azeites libaneses, o tempero zátar, a bebida Arak, o pão-folha, o molho tahine, a água de rosas e o babaganuj podem ser encontrados facilmente no Tio Ali Árabe. Por lá também se vende narguilé e suas essências.

Rua H, boxes 25/27/29/31, tel. (11) 3326-8064; tioaliemporioarabe.com.br

Mercadão - Tia Ali Arabe

Gourmet

Bar Mortadela Brasil 

No Bar Mortadela Brasil o foco são os sanduíches de mortadela. São 23 variedades de sanduíches feitos com mortadela Marba. Todos os lanches podem ser montados com três tipos de pão: baguete com parmesão, pão francês ou baguete francesa. O carro-chefe da casa é o brazuca, feito com baguete com parmesão de 80 gramas, enormes fatias de mortadela bologna tipo italiana, bacon crocante, queijo cheddar e alface americana.

Mezanino, Box 4, tel. (11) 3311-0024; mortadelabrasil.com.br

Bar do Mané

O bar criador do sanduíche de mortadela se orgulha por estar no Mercadão desde 1934. Fundado pelos primos padeiros Jeremias Cardoso Lareiro e Alberto Cardoso Loureiro, o Bar do Mané já está sob os cuidados da terceira e quarta gerações da família. O nome faz referência ao filho de Jeremias, o Manoel, que assumiu o comando na década de 1970 e transformou o local em bar. Rua E, Box 14, tel. (11) 3228-2141; bardomane.com.br

Mercadão - Bar do Mané

Cervejaria Santa Therezinha 

Com a ascensão das cervejas artesanais, o Empório Santa Therezinha aproveitou para abrir uma barraca exclusiva para vender rótulosMercadão - Cervejaria Sta Terezinha nacionais e importados. Inaugurada em 2012, a Cervejaria Santa Therezinha oferece chopes e cervejas engarrafadas de mais de dez países. São cerca de 300 rótulos disponíveis, sendo que boa parte das garrafas está armazenada gelada para quem quiser consumir na hora.

Rua M, boxes 48/50, tel. (11) 3326-2584;
statherezinha.com.br

Dona Diva Doces

Atualmente é a única barraca apenas de doces no Mercado Municipal. O carro-chefe são as cocadas de fabricação própria. Os clientes podem escolher entre a cocada branca, a queimada ou a mesclada. Além delas, a Dona Diva Doces conta com sobremesas individuais como mousses, tortas, cannoli e doces portugueses e sírios. No box, também é possível encontrar alguns doces da tradicional confeitaria Di Cunto.

Rua L, Box 30, tel. (11) 3326-0489.

Elidio Bar

O tradicional bar da Mooca chegou ao Mercado Municipal em 2004 depois da inauguração do mezanino. O Elidio Bar ganhou fama por seu extenso balcão de acepipes, com mais de 100 opções entre frios, embutidos, queijos e conservas. A unidade do Mercadão dá ênfase aos preparos com bacalhau e conta com pastéis e sanduíches. Mezanino, Box 7, tel. (11) 3228-7570, elidiobar.com.br

Famiglia Rivitti 

A família Rivitti chegou ao Mercadão em 1933. Paulo e Filomena Rivitti começaram com uma barraca de frutas. O filho do casal, Luiz, ficou conhecido como o rei do abacate. Anos depois, a família decidiu mudar o rumo da barraca e abriu a primeira doceria e sorveteria do Mercadão. A barraca, que hoje é uma lanchonete, já está na quarta geração da família.

Rua J, boxes 20/22, tel. (11) 3326-0647.

Hocca Bar

Os quitutes mais famosos do Mercadão, como o pastel de bacalhau e o sanduíche de mortadela, fazem sucesso no Hocca Bar, destino de glutões em busca de uma boa happy hour. O bar é conhecido ainda pelas generosas porções dos quitutes, com recheios que transbordam dos lanches e pastéis. No cardápio de bebidas, refrescantes chopes e caipirinhas.

Rua G/F, boxes 7/8, tel. (11) 3227-6938;
hoccabar.com.br

Linguiçaria Di CallaniLinguiçaria Di Callani

A Di Callani vende embutidos de fabricação própria. O portfólio da marca inclui pancetta, pastrami, copa-lombo e, claro, diversos tipos de linguiça. Na loja do Mercado Municipal é possível experimentar os produtos da linguiçaria em porções ou em lanches. Lá, o tradicional sanduíche de mortadela é substituído por receitas com as linguiças da marca.

Rua K, Box 25, tel. (11) 3228-7582

O Brasileirinho

Mesmo servindo pastel de bacalhau e sanduíche de mortadela, o forte do Brasileirinho é a comida típica brasileira. O restaurante é conhecido como a casa do baião de dois. O cardápio ainda inclui escondidinhos de bacalhau e camarão, feijoada, picanha grelhada e arrumadinho de carne-seca. O restaurante ainda oferece sobremesas como cocada, doce de abóbora, doce de leite e goiabada com queijo.

Mezanino, Box 4, tel. (11) 3311-0024.

Padaria Paulistana

A padaria vende desde pão francês e italiano até pães recheados, os chamados pães paulistanos. Vendidos por peso, os pães paulistanos são preparados com diversos frios ou embutidos como mortadela, queijo e calabresa. A padaria também oferece sanduíches megarrecheados, bem comuns no Mercado Municipal, como o caso do cabuloso que leva linguiça Di Callani grelhada na chapa com azeite espanhol, queijo derretido e vinagrete.

Rua H, boxes 16/18/20, tel. (11) 3229-4664.

Portuga’s Bar

O Portuga’s Bar, no Mercadão desde 1989, é famosa parada de clientes famintos que querem repor as energias entre uma compra e outra. O bolinho de bacalhau com azeite é considerado um dos melhores de todo o complexo. O lanche de pernil e o sanduíche de mortadela também são boas pedidas. Rua G, Box 31, tel. (11) 3229-9621.

Raffoul Filho

O restaurante de comida árabe mescla ingredientes da culinária libanesa e brasileira, caso da picanha à moda árabe que leva arroz sírio. Quem gosta de falafel pode apreciá-lo no sanduíche, no beirute ou em sua forma original. Esfihas, quibes e doces árabes também fazem parte do cardápio. Mezanino, Box 1, tel. (11) 3227-1426.

Salada Paulistana 

Um dos poucos restaurantes localizados no térreo, o Salada Paulistana homenageia o compositor de samba Adoniran Barbosa. O cardápio dá ênfase aos pratos tradicionais do Mercadão: o sanduíche de mortadela e o pastel de bacalhau. O diferencial do restaurante fica por conta da decoração que tem até um boneco Adoniran.
Rua J, boxes 24/26, tel. (11) 3227-1035.

Sala Vip Pizza Bar

O Grupo Sala Vip decidiu unir o conceito de suas três casas: a pizzaria Sala Vip, o restaurante Nico Pasto & Basta e o Bar do Nico. O Sala Vip Pizza Bar serve pizzas, massas, pratos executivos, petiscos e porções. Mezanino, Box 3, tel. (11) 3313-7518; salavippizzaria.com.br.

Terra Mar

Sob o comando do chef Horácio Gabriel, o restaurante Terra Mar oferece pratos com peixes e frutos do mar. Sem dúvida, o bacalhau é o ingrediente número 1 da casa. Além de estar presente no pastel e no bolinho, o peixe faz parte de diversos pratos do cardápio. O restaurante ainda conta com cartas de vinhos e de cachaças.

Mezanino, Box 2,  tel. (11) 3227-4741; terramarrestaurante.com.br

Mercadão

Laticínios

Levi Queijos

“O importante do comércio é o bom atendimento”, afirma João Levi, fundador da Levi Queijos, que desde 1993 cuida pessoalmente da banca rodeada de laticínios e outras opções, como bacalhau, azeitonas e azeites de qualidade. O parmesão e a mussarela de Seu Levi são famosos no Mercadão e, unidos à simpatia do dono, conquistaram a fixa clientela.

Rua D, boxes 9/11, tel. (11) 3228-1196.

Pirâmide

Além dos clássicos parmesão, gouda, estepe, brie e cammenbert, todos de fabricação própria, o Laticínios Pirâmide produz o especial ramboll, um queijo suave e cremoso recheado com pedaços de damasco, pistache, nozes ou amêndoas. Por lá ainda é possível encontrar patês, castanhas e bacalhau. Rua D, Box 1, tel. (11) 3326-2055; laticiniospiramide.com.br

Queijos Cruzília

Com o mesmo nome da cidade no alto da Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais, a loja de Queijos Cruzília mantém toda a tradição mineira na arte de fabricar laticínios. Além da linha de produtos para o dia a dia e outros de receita importada – gouda, brie e gruyère, há opções especiais e exclusivas, como o Azul de Minas; A Lenda, de casca negra firme, interior macio e sabor marcante; e o Santo Casamenteiro, de mofo azul com nozes, damasco e combinado com outro queijo cremoso. Rua D, Box 8, tel. (11) 3228-0814; cruzilia.com.br

Queijos Roni

Da italiana Calábria para Minas Gerais, Pedro Talarico usou conhecimento trazido de seu país para produzir queijos artesanais em terras tupiniquins. A segunda geração da família Talarico Peta foi a responsável por levar a marca para o Mercado Municipal, em 1933. Hoje, a loja é comandada por Roque Bruno Tadeu Peta, o Roni, com três bancas no local e ainda uma fábrica em Sebastião da Grama, interior de São Paulo. Os produtos são 100% artesanais e seguem as receitas originais do patriarca da família.

Rua F, boxes 1/5, tel. (11) 3228-3099; queijosroni.com.br

Mercadão - Queijos Roni

Mercearia

Casa São Paulo

Linhaça dourada do Canadá, hibisco do Egito, sal do Himalaia e gengibre da Índia são alguns dos produtos comercializados na Casa São Paulo, banca de especiarias e ervas finas. A loja começou com artigos para feijoada, mas, com o segundo dono, transformou os temperos em carro-chefe. Misturas próprias de condimentos para o dia a dia são os produtos que mais saem por lá. Rua E, boxes 20/24, tel. (11) 3228-3826.

Mercadão - Massas NancyMassas Nancy 

A Dona Nancy começou a trabalhar no Mercado Municipal com apenas 12 anos, quando seus pais abriram uma loja de massas frescas. Hoje, 57 anos depois, ela continua à frente da loja que leva seu nome. Nancy conta com o mesmo fornecedor há 50 anos, que produz massas sem conservantes. Ali, é possível comprar macarrão por quilo ou até mesmo massas recheadas com funghi, damasco com brie, rúcula ou bacalhau.

Rua I, Box 13, tel. (11) 3228-2188.

Mercadão - Quiosque da PimentaQuiosque da Pimenta

O Quiosque da Pimenta é um prato-cheio para os fãs das ardidinhas. São mais de 50 opções de molhos, pimentas em conservas, secas ou in natura. Um dos carros-chefes é a carolina reaper, considerada pelo livro Guinness, a pimenta mais forte do mundo. Além disso, na barraca é possível encontrar algumas geleias, patês e até mesmo tucupi.

Rua H, boxes 28/30, tel. (11) 3326-4079, quiosquedapimenta.com.br

Peixaria

Ki-peixe

Os 90 metros quadrados de balcão fazem da Ki-peixe a maior peixaria do Mercadão. Comandada pela família Gomes desde 1995, a banca é conhecida pela grande variedade e qualidade dos pescados. Para facilitar a busca, a vitrine é separada por categoria, entre nobres, secos e típicos da culinária japonesa. Alguns dias da semana ainda colocam à disposição um varejão popular com pescados frescos para saborear no dia a dia.

Rua A, boxes 2/8, tel. (11) 3325-0066;

kipeixe.com.br

Peixaria Atlântida

Marque na agenda os dias para encontrar pescados vivos na Peixaria Atlântida: terça e sexta-feira. No cardápio de frutos do mar da tradicional banca de família há ainda salmão do Chile, vieiras do Canadá, costelinha de tambaqui, hadoque, badejo, polvo, rã e lagosta.

Rua A, Box 28, tel. (11) 3227-0965.

Quitanda

Mercadão -  Banca do JucoBanca do Juca

A Banca do Juca ganhou fama após servir de cenário para a novela A Próxima Vítima, de 1995, e até hoje é conhecida como a banca da novela das 8. A clientela costuma visitar a Banca do Juca à procura de frutas exóticas. Lá é possível encontrar quatro tipos de pitaya: rosa, colombiana amarela, amarela e branca.

Rua I, boxes 23/25, tel. (11) 3227-0448;
bancadojuca.com.br

Empório das Frutas

Da fachada aos uniformes dos vendedores, tudo no Empório das Frutas é cor-de-rosa em homenagem à pitaya, a fruta mais vendida por lá. O Empório das Frutas é considerada a barraca com a maior variedade de frutas do Mercadão. Além de pitaya, são vendidas outras frutas exóticas, como kino, granadilla, rambutan, cherimoia e buriti.

Rua K, boxes 20/22, tel. (11) 3311-6032;

oemporiodasfrutas.com.br

Frutas Showa

Frutas selecionadas e bom preço fazem valer a visita à barraca Frutas Showa. Lá é possível encontrar o quilo da jabuticaba por 15 reais ou o quilo do pinhão por 10 reais. Na época de caqui, a caixa com meia dúzia sai por 5 reais. A barraca também monta caixas de morangos, selecionando os mais graúdos.

Rua L, boxes 15/17, tel. (11) 3229-6686.

Império das Frutas 

Inaugurada em dezembro de 2016, o Império das Frutas é a mais nova barraca de frutas do Mercadão e já chama atenção pelos produtos bem selecionados e pela variedade. São mais de 60 tipos de fruta, além de legumes, verduras e hortaliças. A barraca conta com frutas enormes. Os morangos e caquis parecem de mentira de tão brilhantes. O espaço também oferece saladas de frutas montadas na hora.

Mercadão - Imperio das Frutas

Rua I, boxes 17/19, tel. (11) 3228-4739.

 *Matéria publicada na edição 171 de Prazeres da Mesa

Matérias Relacionadas