Destaque PrincipalMelhores do AnoMelhores do VinhoNotícias

As casas que levantam a taça

O prêmio criado pelo especialista Maurice Bibas é dividido em duas categorias: Excelência (Cartas com até 100 rótulos) e Grande Excelência (com mais de 100 rótulos)

Consagrado no mercado, o prêmio Melhores do Vinho destaca as cartas que têm bom sortimento da bebida, prezando pela variedade de rótulos, castas, corpo e preço. Também é a chance de exaltar o trabalho do sommelier de cada restaurante. O prêmio criado pelo especialista Maurice Bibas é dividido em duas categorias: Excelência (Cartas com até 100 rótulos) e Grande Excelência (com mais de 100 rótulos). As inscrições foram recebidas de 12 de março a 30 de abril e a seleção passou pelo crivo de Marcel Miwa, de Prazeres da Mesa.

Por Marcel Miwa e Ricardo Castilho

Prêmio de Excelência

São Paulo, SP(DDD 011)

A Baianeira 

Responde pela seleção de vinhos, a dupla de consultoras Daniela Bravin e Cassia Campos, da Sommelier Itinerante. Para acompanhar a comida do Vale do Jequitinhonha, que Manuelle Ferraz serve no pequeno sobrado – são famosas a galinhada e a moqueca –, há apenas 16 rótulos, muito bem escolhidos entre oito pequenas vinícolas.

Continua após o anúncio

Rua Dona Elisa, 117, Barra Funda, tel. (11) 2538-0844. 

Adega Santiago – Adeguinha

A unidade da Rua Melo Alves conta com carta mais enxuta, mas que não deixa de lado o DNA das irmãs maiores, do foco em vinhos ibéricos. Os 85 rótulos disponíveis estão sob a tutela do sommelier Eugênio Carvalho. Destaque para as 21 opções de taça, das quais nove são de sobremesa.

Rua Melo Alves, 728, Jardins, tel. (11) 3061-3323; adegasantiago.com.br 

Aguzzo Trattoria

A casa já pode ser considerada um clássico italiano da cidade. E a carta da dupla Diego Ramirez e Luís Amaral é dividida pelo corpo do vinho, indo dos leves, aos de médio corpo e os encorpados. 

Alameda dos Maracatins, 495, Moema, tel. 3586-8491; aguzzotrattoria.com.br

Aizomê

A consultoria Sommelier Itinerante, de Daniela Bravin e Cassia Campos, elaborou a carta – enxuta, com apenas 24 rótulos, marca registrada da dupla. Na seleção, há apenas dois tintos. Brancos e até um Jerez são sugeridos como harmonização perfeita para o sabor umami dos pratos da chef Telma Shiraishi, a exemplo do chawan mushi de cogumelos com uni e yuzu. Destaque para a categorização dos vinhos, divididos pelas características organolépticas, como “frutados” e “minerais”.

Al. Fernão Cardim, 39, Jardim Paulista, tel. 3251-5157; aizome.com.br

Arabia  

As especialidades árabes da chef Leila Kuczynski, a exemplo do arroz marroquino com frango e amêndoas temperado com canela, pedem a companhia dos vinhos selecionados pelo sommelier Carlos Carrillo. São 30 rótulos servidos au pichet, como são chamadas as jarrinhas de 250 mililitros. Embora a carta passeie do Mediterrâneo à Patagônia, os vinicultores libaneses têm destaque.

Rua Haddock Lobo, 1397, Jardim Paulista, tel. 3061-2203; arabia.com.br

Barú Marisquería

A pequena e disputada casa do chef Dagoberto Torres tem uma carta montada com capricho pela sommelier Camila Ciganda Fleury. Bons brancos em destaque.

Rua Augusta, 2542, Loja 5, Jardins, tel. 3062-0898; barumarisqueria.com

Canaille 

O informal wine bar tem ótima seleção de rótulos abaixo de 100 reais. A carta com mais de 58 opções de vinho é objetiva e na maioria dos casos traz soluções que fogem da habitual. Uma prova de que é possível encontrar vinhos honestos, com preços justos e adequados à proposta gastronômica. Vinhos orgânicos ou biodinâmicos são identificados por um símbolo.

Rua Cristiano Viana, 390, Cerqueira César, tel. 3898-3102; canaille.com.br

Cantina e Pizzaria Speranza

A família Tarallo comanda as duas casas com muito esmero, amor e competência. Sua carta de vinhos vem com explicação sobre cada rótulo, desde as uvas até o processo de vinificação. Os preços são muito atraentes.

Rua Treze de Maio, 1.004, Bela Vista, tel. 3288-8502; e Av. Sabiá, 786, Moema, tel. 5051-1229; pizzaria.com.br

Casa Santo Antônio  

Cerca de 76 rótulos, com bom sortimento de países e estilos, formam a carta assinada pelo sommelier Bruno Taddeucci. Espumantes, brancos, tintos e vinhos de sobremesa escoltam os pratos clássicos, entre eles o tortelli de brie e fonduta de parmesão com manteiga de trufas brancas. 

Av. João Carlos da Silva Borges, 764, Vila Cruzeiro, tel. 4328-6205; casasantoantonio.com

Charco Restaurante

A casa, que abriu no final do ano passado em São Paulo, é um sucesso pela comida, atendimento e, claro, também pelos vinhos. A carta tem apreciável seleção de rótulos, com bom custo-benefício e opções em taça.

Rua Peixoto Gomide, 1.492, Jardim Paulista, tel. 3063-0360; charcorestaurante.com.br

Esther Rooftop

Dá gosto ver a carta montada pelo chef e expert Benoit Renaud Philippe Mathurin. Ela está dividida por tipos e países, como tantas outras, mas tem informações básicas e interessantes de cada vinho, como o nome do produtor e as uvas de que é feito. Contempla ainda naturais, orgânicos, laranjas e, claro, clássicos.

Rua Basílio da Gama, 29, Centro, tel. 3256-1009; estherrooftop.com.br

Grecco Bar Cucina

Como tem a proposta de ser uma carta democrática, com variedade de estilos, regiões e países, o sommelier Julio Elizio Souza Brito também tratou de fazer uma bela seleção de vinhos para ser servidos em taça.

Rua Henrique Monteiro, 47, Jardins, tel. 2369-5440.

Hotel Grand Hyatt São Paulo

Um dos melhores hotéis de São Paulo, preza por uma carta bem dividida, com os vinhos colocados dos mais leves aos mais encorpados e com sugestões do sommelier.

Avenida das Nações Unidas, 13.301, tel. 2838-1234; hyatt.com 

Jacarandá

Embora a América do Sul dê o tom da cozinha, o Brasil aparece com mais destaque – um dos pratos mais pedidos é o polvo na brasa com arroz negro e molho de castanha-do-pará. Na carta de vinhos, os rótulos orgânicos recebem um apontamento. São 76 rótulos de nove países, com foco na França, no Chile e em Portugal. Cinco deles são servidos em taça. 

Rua Alves Guimarães, 153, Pinheiros, tel. 3083-3003; jacarandabr.com.br

Kurâ Izakaya Contemporâneo

A sommelier Andréa Machado montou uma das cartas mais interessantes e divertidas de São Paulo. Os rótulos estão divididos em bolhas (espumantes), brancos leves e refrescantes ou brancos fora de série; tintos com alma de branco, tanino lovers e tintos fruit bomb.

Rua Domingo Fernandes, 548, Vila Nova Conceição, tel. 3045-2154; kuraizakaya.com.br

La Frontera

A casa de Ana Massochi destaca a cozinha sul-americana por meio de receitas simples nas quais os ingredientes brilham. A grelha, que pode ser vista do salão, indica de onde saem os pratos mais pedidos. A carta de vinhos elaborada pela  sommelière da casa, Cleidiane Gomes, mantém o foco em rótulos sul-americanos, boa parte de vinícolas artesanais.

Rua Cel. José Eusébio, 105, Higienópolis, tel. 3159-1197; restaurantelafrontera.com.br

Le Jazz Brasserie

A dupla de proprietários Gil Leite e Paulo Bitelman é quem seleciona e cuida dos vinhos. Taças e símbolos na carta indicam o corpo do vinho e siglas contam se é natural, biodinâmico ou orgânico. Boa parte pode ser pedida em taça.

Rua Pinheiros, 254, Pinheiros, tel. 2359-8141; Shopping Iguatemi São Paulo, Boulevard, piso térreo, Jardim Paulista, tel. 2359-8141; e Rua Dr. Melo Alves, 734, Jardins, tel. 3062-9797; lejazz.com.br

Mandioca Cozinha Nacional 

Culinária brasileira da melhor qualidade com sabores como o tacacá, caldeirada e escondidinho de peixe. E, claro, tudo harmonizado com vinhos brasileiros, a maioria de pequenos produtores.

Rua Doutor Cesário Mota Junior, 187, Vila Buarque, tel. 2936-9427; mandiocacozinha.com.br

Martín Fierro

A tradicional casa de carnes de Ana Maria Massochi sempre foi um porto seguro da boa comida e dos vinhos. O serviço é muito bem executado pelo sommelier Sérgio Guilherme da Silva. 

Rua Aspicuelta, 683, Vila Madalena, tel. 3814-6747; martinfierro.com.br

Mytho Restobar

A casa de culinária mediterrânea com acento grego, tem clima festivo e bom serviço de vinhos sob a batuta de Francisco da Silva Lima.

Rua Diogo Jácome, 591, Vila Nova Conceição, tel. 2368-1788; mythorestobar.com

Praça São Lourenço

O sommelier Gustavo dos Santos lista 77 rótulos na carta – 13 deles podem ser pedidos em taça. Não há informação sobre a safra porque toda a seleção é de vinhos jovens e frescos, sobretudo da América do Sul – são cinco as vinícolas nacionais contempladas. A casa é famosa pelo bufê, mas também há serviço à la carte. Um dos pratos de destaque é o vitelo à milanesa na lenha com nhoque de abóbora na manteiga de manjerona. 

Rua Casa do Ator, 608, Vila Olímpia, tel. 3053-9300; pracasaolourenco.com.br

Restaurante Casa do Chef Eduardo Castro  

A casa de culinária mediterrânea, que funcionava em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, transferiu-se para São Paulo. O chef português Eduardo Castro prepara receitas de inspiração ibérica. Com 73 rótulos, a carta assinada pelo sommelier Luis Amaral contempla nove países. Em taça ou jarra de 750 mililitros, os vinhos da casa (tinto, branco e rosé) são da vinícola portuguesa Quinta de São Sebastião.

Rua Marechal Hastinfilo de Moura, 233, Morumbi, tel. (11) 2528-0175; casadochefeduardocastro.com.br

Restaurante Jangada

Um clássico quando o assunto são os peixes, inclusive crus em sushis e sashimis. Por isso, mesmo a parte dos espumantes e brancos foi muito bem pensada. Porém, tintos de várias partes também fazem parte.

Av. Pereira Barreto, 42, Shopping ABC, Piso 1, tel. 3197-5795; restaurantejangada.com.br

Rossopomodoro SP

Além das pizzas, os antepastos, pastas e risotos são o forte da casa, que conta com uma carta de vinhos pequena, mas variada em estilos e preços. 

Rua Pedroso Alvarenga, 909, Itaim Bibi, tel. 3073-1544, @rossopomodorosp

Satú

Novo restaurante que tem na cozinha o talento de Flávio Miyamura. A oferta de vinhos nacionais é muito interessante, mas também há uma dezena de rótulos de outros países.

Rua Ferreira de Araújo, 450, Pinheiros, tel. 3032 1029.

Terço Bar

Na carta assinada pela sommelière Gabriela Bigarelli, só entram produtos de vinícolas que ela já visitou – a lista traz informações detalhadas sobre as características sensoriais de cada um. Dos 76 rótulos de dez países produtores, 13 estão disponíveis também em taça. A cozinha, a cargo da chef Luiza Hoffmann, prepara sanduíches, pizzas e pratos como o Terço’s boeuf wellington.

Rua Manoel da Nóbrega, 246, Paraíso, tel. 3562-2192; tercobar.com.br

Tonton  

O proprietário Gustavo Rozzino assina a carta de vinhos, composta de 70 rótulos. Prevalecem os pequenos produtores europeus orgânicos e biodinâmicos (quase a totalidade de produção limpa), mas também há opções do Brasil e de outros países da América do Sul. Da cozinha de Rozzino, saem receitas de múltiplas influências, a exemplo da porchetta assada por 12 horas.  

Rua Caconde, 132, Jardim Paulista, tel. 2597-6168; tontonsp.com.br

Tordesilhas

A premiada cozinha brasileira da chef Mara Salles é complementada pela carta de vinhos elaborada pelo marido e sócio, Ivo Ribeiro. Pratos como pato no tucupi e baião de dois podem ser escoltados por 72 rótulos de dez países produtores – há espaço para pequenas vinícolas, inclusive produtores biodinâmicos e orgânicos. Bem organizada, a carta traz informações completas sobre cada vinho.

Al. Tietê, 489, Jardim Paulista, tel. 3107-7444; tordesilhas.com

SANTANA DE PARNAÍBA, SP (DDD 011)

La Cucina Piemontese  

Com 50 rótulos, a carta assinada pela sommelière Fabiana Gherardini harmoniza com os pratos preparados pelo chef Leandro Polack – ingredientes da região italiana do Piemonte, como ossobuco, polenta e trufas, são constantes no menu. Os vinhos são garimpados entre pequenos produtores de regiões tradicionais, como Bordeaux, Alentejo e Mendoza, com espaço para a brasileira Guatambu, da Campanha Gaúcha.

Av. Valville, 550, Alphaville, tel. (11) 4154-4617; lacucinapiemontese.com.br 

Rio de Janeiro, RJ (DDD 021)

Bazzar 

A cozinha da nova chef Lira Müller privilegia produtos sazonais locais. Os vinhos, por outro lado, vêm das principais regiões do mundo. Assinada pelo sommelier Ivo Arias com supervisão da proprietária e enófila Cristiana Beltrão, a carta lista 70 rótulos, dos quais 36 são naturais, biodinâmicos ou orgânicos. Todos os vinhos são servidos em taça, seguindo uma seleção que muda diariamente. A casa oferece também uma carta de vinhos sazonal, que acompanhará as estações do ano. 

Rua Barão da Torre, 538, Ipanema, tel. 3202-2884; bazzar.com.br

Nolita Oven & Bar

No comando da carta de vinhos está a sommelier Elaine de Oliveira, que montou uma seleção variada, separada por tipos e países e opções em taça. 

Av. das Américas, 3.900, Loja 228, tel. 3252-2678; nolitaovenbar.com.br

Puro Restaurante

A casa do chef Pedro Siqueira utiliza ingredientes brasileiros em preparos contempôraneos, caso do peixe grelhado com tolete de pupunha assado. Para acompanhar os deliciosos pratos, o sommelier Fabio Amaral aposta em uma carta de excelente custo- -benefício e boa oferta de brasileiros.

Rua Visconde de Carandaí, 43, Jardim Botânico, tel. 3284-5377; purorestaurante.com.br

Xian

O restaurante tem uma das vistas mais deslumbrantes do Rio de Janeiro, com Cristo Redentor, Pão de Açúcar e Baía de Guanabara.Para entrar no clima, principalmente no final de tarde, a sommelière Elaine de Oliveira escolheu bons vinhos espumantes e champanhes, brancos e tintos variados.

Praça Senador Salgado Filho, s/no, Centro, tel. 2303-7082; xianrio.com.br

Sommelier do Ano

Eduardo Araújo (The Wine Pub – Florianópolis) 

Destacar-se no mundo do vinho é uma tarefa bastante difícil e exige muito conhecimento. Se isso acontecer fora do eixo Rio -São Paulo, que abriga as principais atividades do setor no Brasil, como feiras, degustações especiais e visitas de enólogos, aí definitivamente a pessoa é fera. É o caso do sommelier Eduardo Araújo, que leva o título em 2019. Araújo visita regiões produtoras com frequência, estagia em vinícolas (seu mais recente estágio foi fazer uma colheita na Borgonha), já recebeu o título de melhor sommelier de vinhos portugueses no Brasil, tem certificações nos institutos WSET e Court of Master Sommelier.

Nas duas unidades do Wine Pub, ele administra 200 rótulos de 17 países. Neste ano, a novidade é a premiação especial do Catador Wine Awards Chile, que levará Araújo ao país andino, com direito a participar como jurado do concurso Catador Wine Awards Chile 2020.

 

Personalidade do Vinho

Rogério Salume, fundador da Wine.com.br

Rogério Salume conduziu por muitos anos a Wine.com.br e hoje é membro do conselho de administração da empresa de e-commerce de vinho que vende cerca de oito em cada dez garrafas comercializadas pela internet no Brasil. Sua aposta no comércio on-line de vinhos, no entanto, começou em 2004 com a estação do vinho (lembrando que o iPhone, por exemplo, foi lançado apenas em 2007). A soma de visão, persistência e oportunidade o levaram a fundar a Wine.com.br  em 2008.

Hoje são mais de 140.000 sócios e venda de cerca de 11 milhões de garrafas ao ano, dados que a colocam como o terceiro maior importador de vinhos no país. São números incontestáveis que trouxeram novos consumidores para o mundo do vinho e apontam para o futuro do comércio de bens e serviços de forma geral. Além disso, ele mostrou que não é apenas o preço baixo o fator fundamental para a venda de vinhos pela internet. Oferecer variedade de estilos e regiões sempre é um caminho a ser seguido.

    Grande Prêmio de Excelência

    Brasília, DF (DDD 061)

    IVV Swinebar

    O sommelier Eduardo Nobre comanda o wine bar, que também funciona como empório e clube de vinhos. Dos 230 rótulos, cerca de 10% se enquadram na categoria dos orgânicos, biodinâmicos e naturais – há até cinco opções em taça por dia. Para acompanhar a bebida, a casa mantém menu de tapas, a exemplo das tâmaras recheadas com gorgonzola envoltas em guanciale.

    CLN 314, Bloco B, Loja 21, Asa Norte, tel. 3034-3471; ivvswinebar.com.br

    Restaurante Universal

    Para elaborar a carta, composta de 245 rótulos, a proprietária e chef Mara Alcamim e o sommelierJoão Batista Cunha criaram o projeto Cachos Universal, cujo objetivo era identificar vinhos do mundo com bom custo-benefício e apreço pelos orgânicos – a seleção incluiu 15 vinícolas brasileiras, além de outros 14 países. O Brasil também aparece em pratos como o mignon ao melaço com risoto de queijo coalho.

    SCLS 210, Bloco C, Loja 18, tel. 3443-2089; @restauranteuniversaldiner

    Rubaiyat

    A tradicional casa de carnes tem na qualidade e procedência de seus produtos seu ponto forte. No comando da carta de vinhos está o sommelier Fernando Souza. A seleção inclui meias garrafas e até magnuns, que no caso pode ser de Catena ou do mítico Vega Sicilia Unico.

    Trecho 1, Lote 1, Asa Sul, tel. 3443-5000; gruporubaiyat.com.br

    CAMPINAS, SP (DDD 019)

    Olivetto Restaurante e Enoteca

    Parruda, a carta elaborada pela sommelière Ana Galliano lista 911 rótulos – ela gosta de descobrir outras regiões produtoras e vinícolas pouco conhecidas. Mensalmente, os rótulos recém-incorporados são apresentados à clientela em jantares harmonizados, cujo serviço de vinhos fica a cargo do sommelier Moacir Lima. A cozinha tem matriz italiana. O chef Fábio Amaral prepara receitas, como o congrio Olivetto, que traz o peixe com cogumelos frescos e risoto de palmito.

    Av. Coronel Silva Telles, 843, Cambuí, tel. 3294-8133; olivettorestaurante.com.br

    Campos Do Jordão, SP (DDD 012)

    Charpentier

    Na adega subterrânea que dispensa climatização, porque se mantém naturalmente a no máximo 18 graus, o sommelier Valter da Silva Santos armazena os 136 rótulos da carta, premiada desde 2007. São vinhos provenientes de 16 países, sendo 14 biodinâmicos, naturais ou orgânicos. A cozinha lança mão da técnica francesa para trabalhar ingredientes regionais – flambados, fondues e pratos à base de truta e pinhão são os mais procurados.

    Hotel Frontenac, Av. Doutor Paulo Ribas, 295, Fonte Simão, tel. 3669-1000; frontenac.com.br

    Confraria do Sabor

    No pedaço mais bombado de Campos do Jordão, o restaurante harmoniza os vinhos com pratos que combinam com o frio. Uma das criações do chef e proprietário, Fernando Couto, é o confit de pato ao molho de amoras, acompanhado de purê de batatas aromatizado com queijo Serra da Estrela. A carta, assinada pelo sommelier Pedro Henrique de Moraes da Silva, lista 187 rótulos, dos quais 20 são naturais, biodinâmicos ou orgânicos.

    Av. Doutor Vitor Godinho, 191, Capivari, tel. 3663-6550; confrariadosabor.com.br

    Vila Chã

    A casa especializada em culinária portuguesa, comandada pelo chef Nelson Gonçalves Júnior, mantém uma senhora carta de vinhos também dedicada ao país. São 320 rótulos (uma parte de importação própria) selecionados pelo sommelier José de Abreu, vindos das principais regiões produtoras de Portugal. Equipamentos Coravin permitem que 31 deles sejam servidos em taça.

    Av. Engenheiro Diogo de Carvalho, 99, Capivari, tel. 3663-4702; vilacha.com.br

    Curitiba (DDD 041)

    Barolo Trattoria

    Um dos endereços da boa culinária italiana, tem uma carta de vinhos didática, com os vinhos bem descritos, e grande opção de rótulos italianos.

    Av. Silva Jardim, 2487, Batel, tel. 3243-3430; barolotrattoria.com.br/curitiba

    Terrazza 40 + 38 Floor Bistrô

    Uma das casas mais bonitas de Curitiba, com uma cozinha caprichada, em que as massas e carnes agradam bastante. O sommelier Marcelo Stebner Campos montou uma carta com forte presença de vinhos brasileiros, que são responsáveis por 45% das vendas.

    Rua Pe. Anchieta, 1.287, Cobertura, tel. 3014-0141; 38floor.com/adega

    Florianópolis, SC (DDD 048)

    The Wine Pub – Benjamin

    Casa comandada por Eduardo Machado Araújo, eleito o melhor sommelier do Brasil nesta edição. Tem alguns diferenciais, como algumas opções de garrafas magnum (de 1,5 litro); capítulo dedicado aos vinhos brasileiros e outro para brancos portugueses.

    Largo Benjamin Constant, 669, tel. 3065-0173; thewinepub.com.br

    The Wine Pub – Mercadoteca

    Também comandada por Eduardo Machado Araújo, divide os vinhos brasileiros por região, como os catarinenses, os do Rio Grande do Sul e até os de São Paulo. Um, porém, a seleção do sommelier poderia pescar e indicar bons achados e com preços atraentes.

    Rod. SC-401 km 5, 4.150, Primavera Garden, tel. 3065-0173.

    Goiânia (DDD 062)

    Magna Restaurante

    Aposta em vinhos clássicos, e faz isso com estilo. Pera Manca, Barolo Dagromis Gaja e Château Mouton Rothschild são alguns exemplos.

    Rua 147, 576, Setor Marista, tel. 3998-0707; magnarestaurante.com.br

    Maceió, AL (DDD 082)

    Maria Antonieta

    Na vasta carta assinada pelo sommelier Orlan Barros, figuram nada menos que 700 rótulos de 18 países produtores, inclusive raridades de Croácia, Áustria, Líbano, Grécia, Hungria e Marrocos – 20 deles são servidos em taça. Cabe ao chef Breno Guimarães preparar os pratos italianos. Um de seus sucessos é o cosciotto di capretto, perna de cabrito com arroz e batatinhas.

    Av. Doutor Antônio Gomes de Barros, 150, Jatiúca, tel. 3202-8828; mariaantonieta-al.com.br

    PORTO ALEGRE, RS (DDD 051)

    Peppo Cucina

    A proprietária Andréa Martins e seu sócio, Pedro Hoffmann, que também responde pela cozinha clássica italiana, assinam a seleção de 371 rótulos. Para harmonizar com pratos como o frango com polenta mole e mascarpone ao molho de tomates, a carta dá destaque especial às vinícolas gaúchas. Os vinhos repousam em uma adega climatizada instalada no antigo closet do casarão, com capacidade para 900 garrafas.

    Rua Dona Laura, 161, Moinhos de Vento, tel. 3019-7979; peppo.com.br

    Rio de Janeiro, RJ (DDD 021)

    Cantô Gastrô & Lounge

    É muito bom ver uma carta eclética, com exemplares brasileiros, mas também com clássicos e vinhos premium da enologia mundial.

    Av. Lúcio Costa, 9600, tel. 97240-7134; cantorestaurantebrasileiro.com.br

    Cave Nacional  Restobar e Vinoteca

    Fundada em 2015 como loja virtual, a empresa tem um restobar desde 2017. O foco são os vinhos brasileiros de pequenos e médios produtores – há rótulos garimpados que, muitas vezes, só poderiam ser comprados direto das vinícolas. Não há carta. O cliente escolhe entre as 243 opções na adega, com assessoria do sommelier Samuel Pericles da Silva. Entre as comidinhas do chef Luciano da Silva Soares faz sucesso a coccote de goiabada com gorgonzola.

    Rua 19 de Fevereiro, 151, Botafogo, tel. (21) 2146-5334; cavenacional.com.br

    Giuseppe Grill Leblon

    Endereço tradicional no Rio de Janeiro, com bela oferta de espumantes e champanhes e garrafas magnum de grandes produtores.

    Av. Bartolomeu Mitre, 370, Leblon, tel. 2249-3055; bestfork.com.br/giuseppegrill/leblon

    Giuseppe Mar

    Espumantes e brancos dominam a carta da casa, fazendo perfeita harmonia com a proposta do cardápio.

    Av. das Américas, 3.800, Loja 228 Cd, tel. 3552-2588; bestfork.com.br

    Laguiole Lab

    Além da boa oferta de rótulos, a casa adota copos de 185 mililitros para os vinhos que serve em taça.

    Av. Infante Dom Henrique, 85, Glória, tel. 2517-3129; laguiolelab.com.br

    Olympe

    Antes de chegar à seleção de 300 vinhos, o cliente confere a seção reservada aos grandes vinhos brancos e tintos. Entre os bons achados na carta, um único rótulo: o Côte Roannaise Cuvée Troisgros Gamay, produzido pela vinícola da família Troisgros em Roanne-France, além dos rótulos próprios da linha CT. Na carta assinada pelo sommelier Alexsander Oliveira, têm destaque produtores menos conhecidos do público, especialmente os franceses.

    Rua Custódio Serrão, 62, Lagoa, tel. (21) 2539-4542; olympe.com.br

    Satyricon

    Receitas mediterrâneas, com foco nos peixes e frutos do mar, fazem com que a carta de vinhos privilegie os brancos e espumantes – só para eles, há uma adega climatizada com capacidade para 920 garrafas. Outra adega mista, à vista da clientela, armazena mais 1.100. Ao todo, a carta assinada pelo sommelier Raphael Zanon lista 345 rótulos, com boa variedade de brasileiros e italianos. Em torno de 24 são oferecidos em taça. Um dos hits da cozinha é o marenostrum, misto de carpaccio  e tartar de peixes variados.

    Rua Barão da Torre, 192, Ipanema, tel. (21) 2521-0627; Av. José Ribeiro Dantas, 500, Búzios, tel. (22) 2623-2691; satyricon.com.br

    Ristorante Hotel Cipriani – Belmond Copacabana Palace

    Cipriani e Copacabana Palace nasceram um para outro. Dois clássicos, com estilo e muito charme. Sua carta é uma das poucas a oferecer as plenitudes do champanhe Dom Pérignon, em cada uma de suas fases. No comando dos vinhos está o sommelier Edsandro Arruda.

    Av. Atlântica, 1.702, Copacabana, tel. 2548-7070; belmond.com

    Rubaiyat

    Segue a mesma filosofia das casas do grupo, com opções em várias faixas de preço e atendimento acima da média.

    Rua Jardim Botânico, 971, Jardim Botânico, Tel. 3204-9999; gruporubaiyat.com.br

    Território Aprazível

    A casa sempre se destacou por ser porto seguro para os apreciadores de bons vinhos. Espumantes brasileiros de pequenos produtores estão presentes, bons exemplares do Jura e do Vale do Loire, ambos na França.

    Rua Aprazível, 62, tel. 2508-9174; aprazivel.com.br 

    SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, SP (DDD 012)

    Armazém da Pizza

    Premiada pela quinta vez, a carta da pizzaria lista 219 vinhos de 19 países, sendo nove disponíveis em taça – as 1.200 garrafas são armazenadas em uma bela adega envidraçada, visível do salão. Não há carta impressa. O cliente consulta a relação em tablets. O proprietário, Heitor Serra, seleciona os vinhos com base nas coberturas de suas pizzas.

    Rua do Serimbura, 400, Vila Ema, tel. 3923-7779; armazemdapizza.com.br

    SALVADOR, BA (DDD 071)

    Bistrot Trapiche Adega

    Inaugurado neste ano, o restaurante tem uma exuberante vista para a Baía de Todos-os-Santos. A carta de vinho está sob os cuidados de Vivianne Mendonça e é bastante abrangente, listando cerca de 250 rótulos, de 14 países. A cozinha do chef Arnold Francisco é fortemente inspirada pelos mariscos locais.

    Av. Lafayette Coutinho, 496, Porto Trapiche, tel. 2132-5509.

    Foto: Ricardo D’Angelo

    SÃO PAULO, SP (DDD 011)

    A Figueira Rubaiyat

    A carta de vinhos da casa continua respeitando a concepção de seu fundador, Belarmino Fernández Iglesias, que nasceu na Espanha. Portanto, espere sempre por boas ofertas da Rioja e de Ribera del Duero, mas Itália, Brasil e França também estão presentes.

    Rua Haddock Lobo, 1.738, Jardins, tel. 3087-1399; gruporubaiyat.com.br

    Adega Santiago

    Cada um dos quatro endereços tem carta própria. A mais extensa é a do Shopping Cidade Jardim, na qual o sommelier Rodrigo Pereira supervisiona o serviço de vinhos – são 150, dos quais 36 são oferecidos em taça por meio do Coravin. Seleção de rótulos de importacão própria com boa relação preço e qualidade. Em comum, todas as quatro têm domínio dos vinhos ibéricos, embora França, Itália, Chile, Argentina e Brasil também marquem presença.

    Rua Sampaio Vidal, 1.072, Jardim Paulistano, tel.  3081-5211 (mais três unidades); adegasantiago.com.br

    Aguzzo Cucina

    Assinada pelos sommeliers Luis Amaral e Diego Ramirez, a carta é dividida pelos estilos dos vinhos, como leves, estruturados ou complexos; que privilegia os rótulos da Itália. Há boas opções de Alemanha, Argentina, Chile, Espanha, Portugal e Brasil, com a seleção servida em taça. Diversas opções na faixa de 100 reais.

    Rua Simão Álvares, 325, Pinheiros, tel. 3083-7363; aguzzo.com.br

    Amadeus

    Uma das melhores casas do Brasil, com cozinha sob a batuta de Bella Masano, com base em peixes e frutos do mar, a carta elaborada pelo sommelier Flávio Cristóvão, conta com a supervisão de Tadeu Masano, fundador da casa. São cerca de 200 rótulos de 15 países produtores, dos quais uma parte é de biodinâmicos, orgânicos ou naturais.

    Rua Haddock Lobo, 807, Jardim Paulista, tel. 3061-2859; restauranteamadeus.com.br

    Antonietta Cucina

    A casa pertence ao grupo de restaurants de Milton Freitas. O expert em vinhos Alessandro Tagliari assina a seleção que cresceu de 90 rótulos para 185 – a Itália recebe maior destaque em razão da cozinha do restaurante, assinada pelo chef italiano Antonio Maiolica, na qual são preparados pratos como o sorrentini de abóbora e o polvo na chapa com creme de pistache, tomatinhos confitados e batatas douradas com cebola-roxa. Brasil, Espanha, Argentina, Portugal, Uruguai, França e Estados Unidos também são bem representados.

    Rua Mato Grosso, 402, Higienópolis, tel. 3214-0079; antoniettasp.com.br

    Attimo Per Quattro

    A tradicional casa paulista tem uma carta de grandes vinhos, como os da casa Gaja, Antinori  e Soldera, na Itália.

    Rua Diogo Jácome, 341, Vila Nova Conceição, tel. 5054-9999; attimorestaurante.com.br

    Barbacoa

    A matriz, no Itaim Bibi, brinda os clientes com a carta mais completa – são 206 rótulos, dez deles conservados na Vacu Vin e servidos em taça. São mais duas unidades em São Paulo (Morumbi e D&D) e uma em Brasília. Responsável pelo serviço, o sommelier Ney Freitas trabalha com 14 países produtores e dá especial atenção à Argentina, ao Chile e a Portugal. Como as carnes são a especialidade da rede, os vinhos tintos respondem por 80% da carta – a seleção privilegia os de maior estrutura e corpo.

    Rua Doutor Renato Paes de Barros, 65, Itaim Bibi, tel. 3168-5522 (mais 3 unidades); barbacoa.com.br

    Bardega

    O grande atrativo do wine bar são os vinhos em taça. Dos 110 listados na carta, 101 são vendidos em doses de 30, 60 e 120 mililitros, facilitando a harmonização com os petiscos e pratos preparados pela chef Bruna Botelho Silva. O sommelier Luís Otávio Álvares Cruz mescla vinhos de produtores renomados e de pequenas vinícolas. Parte vem de países pouco explorados, como Israel, Líbano, Hungria, Eslovênia e Áustria.

    Rua Doutor Alceu de Campos Rodrigues, 218, Itaim Bibi, tel. 2691-7578; bardega.com.br

    Barolo Trattoria SP

    Depois de fazer sucesso em Curitiba, a casa aportou em São Paulo e já é pedida certeira para quem quer boa e farta comida italiana. A seleção de Barolo, o nobre vinho do Piemonte, é muito boa, com direito a Gaja e Prunoto.

    Rua Padre João Manuel, 1.249, Jardins, tel. 3064-3406; barolotrattoriasp.com.br 

    Buttina Ristorante

    O tradicional restaurante italiano está há mais de 20 anos em atividade. Da cozinha de Filomena Chiarella saem algumas especialidades de sua terra natal, a região da Basilicata. A abrangente carta com 175 rótulos traz vinhos de 22 regiões italianas e, em vez de opções em taça, a casa prefere trabalhar com garrafas de 187 ml; são mais de 20 opções.

    Rua João Moura, 976, Pinheiros; tel. 3083-5991

    Cantaloup

    Fundada há 23 anos por Daniel Sahagoff, a casa foi uma das primeiras de São Paulo a implantar uma grande adega envidraçada em pleno salão. Ali repousam os 439 rótulos listados na carta da dupla de sommeliers Ailton Magalhães e Cleriston da Gama, provenientes de 14 países. A cozinha do chef Valdir de Oliveira segue a linha contemporânea com múltiplas influências.

    Rua Manuel Guedes, 474, Itaim Bibi, tel. 3165-3445; cantaloup.com.br

    Canvas Bar e Restaurante

    A proposta da carta de vinhos é apresentar o melhor da produção brasileira – entre os 180 rótulos selecionados pelo sommelier Rodrigo Rol, 23 dos quais são servidos em taça, têm destaque produtores das serras Gaúcha e Catarinense, da Campanha Gaúcha e do Vale do São Francisco. A cozinha do chef Rodrigo Mezadri combina ingredientes brasileiros e técnica italiana.

    Hilton São Paulo Morumbi, Av. das Nações Unidas, 12.901, Brooklin Novo, tel. 2845-0055; canvasbarerestaurante.com.br

    Casa Europa

    A carta de vinhos e o cardápio acompanham o nome da casa e dão destaque aos sabores de Itália, França, Espanha e Portugal. Para acompanhar os pratos do chef Alexandre Vorpagel, entre eles o substancioso pappardelle com ragu de pato, o sommelier Charles Campos acena com uma carta que cresceu em relação ao ano passado, agora conta com 112 rótulos – 24 deles servidos também em taça.

    Al. Gabriel Monteiro da Silva, 726, Jardim Paulistano, tel. 3063-5577; casaeuropa.com.br

    Coco Bambu JK

    A casa nasceu em Fortaleza, mas conquistou o público paulista rapidamente, graças aos pratos fartos e saborosos com peixes e frutos do mar. Opções de vinhos brancos de diversas partes, mas atende também quem não abre mão de tintos.

    Av. Antonio Joaquim de Moura Andrade, 737, Itaim Bibi, tel. 30515255; cocobambu.com.br

    Cór Gastronomia

    O sommelier André Cavalcante dividiu muito bem a carta, contemplando espumantes brancos e rosés e champanhes. Cada rótulo tem mencionada a sua uva e a intensidade do corpo.

    Praça São Marcos, 825, Pinheiros, tel. 3726-2908; corgastronomia.com.br

    Cortés

    Na casa de carnes que pertence ao grupo Ráscal, cortes como assado de tira, ancho e carré de cordeiro têm a escolta de 136 rótulos de 14 países, 11 dos quais servidos em taça. A sommelière Luciana Bernardes, que responde por todo o grupo, assina a carta e seleciona os vinhos visitando as vinícolas. No dia a dia, o serviço é supervisionado pelo sommelier Fábio Loyola.

    Shopping Villa-Lobos, Av. das Nações Unidas, 4.777, Alto de Pinheiros, tel. 3024-4301 (mais duas unidades); restaurantecortes.com.br

    Dionysos – Boteco & Vinhos

    O grande diferencial da casa é que todos os vinhos oferecidos são vendidos em taça. A oferta de brancos é bem interessante.

    Rua Deputado Lacerda Franco, 207, Pinheiros, tel. 2628-4645; dionysos.com.br

    Due Cuochi

    Para harmonizar com a cozinha italiana clássica do chef Ademar Gaudino, a carta de vinhos da matriz lista cerca de 170 rótulos, sendo 15 deles servidos em taça. Quem assina a seleção é o sommelier Luciano Silva. A carta da unidade do Shopping Cidade Jardim é praticamente a mesma – somente no Morumbi vigora uma versão reduzida, com 106 rótulos.

    Rua Manuel Guedes, 93, Itaim Bibi, tel. 3078-8092 (mais duas unidades); duecuochi.com.br

    Ecully Gastronomia

    A casa charmosa e de rica culinária tem grande oferta de vinhos, com destaque para a selação de tintos da Argentina, Espanha e França. E, o melhor, com preço de importadora.

    Rua Cotoxó, 493, Perdizes, tel. 3853-3933; ecully.com.br

    Fleming’s Prime Steakhouse & Wine Bar

    Nessa festejada casa de carnes, a excelência do serviço é um cartão de visitas e a parte de vinhos, comandada por Gabriel Reale é um ponto forte. Boa oferta e em várias faixas de preço.

    Avenida Cidade Jardim, 318, tel. 3037-7347; flemings.com.br 

    Fogo de Chão

    A mesma carta assinada pelo sommelier consultor Manuel Luz, com 370 rótulos de oito países, vigora em todas as unidades – a rede tem oito restaurantes no Brasil, cinco em São Paulo, dois no Rio e um em Brasília. Para acompanhar os cortes que circulam no espeto, dos clássicos bovinos às carnes de porco, cordeiro e frango, ele conta com dois rótulos próprios da churrascaria. Além do Malbec produzido pela argentina Catena, acaba de ser lançado um corte de Cabernet Sauvignon e Carménère, da vinícola chilena Viña Montes.

    Av. dos Bandeirantes, 538, Vila Olímpia, tel. 5505-0791 (mais 50 unidades); fogodechao.com.br

    Fogo SteakHouse & Wine Bar

    A nova empreitada de Marcus Ramalho, empresário que conhece os segredos que fazem uma casa ter sucesso ou não, já é sucesso por reunir preparos em parrila e bons vinhos. Boa oferta de vinhos em meia garrafa e em taça.

    Rua Itatupã, 18, Panamby, tel. 3542-2261; fogosteakhouse.com.br 

    Kinoshita Restaurante

    A casa é uma das poucas no mundo a ter a Seleção Krug Ambassade e única na América Latina, com isso tem oferta de vinhos variados da casa Krug.

    Rua Jacques Félix, 405, Vila Nova Conceição, tel. 3849-6940; restaurantekinoshita.com.br

    La Casserole

    O restaurante sessentão mantém a excelência na cozinha clássica francesa, hoje a cargo do chef Eri Gomes, e do serviço de vinhos. Para harmonizar com pratos tradicionais no menu, como o gigot d’agneau, pernil de cordeiro assado com feijão-branco, a carta assinada pelo sommelier Sebastião Martins (Tom) lista 230 rótulos da Europa e da América do Sul. Desses, 18 estão disponíveis em taça.

    Lgo. do Arouche, 346, Centro, tel. 3331-6283; lacasserole.com.br

    La Tambouille

    No comando da carta está a competente sommelier Gabriele Frizon, que fez uma seleção criteriosa e muito bem cuidada.

    Av. Nove de Julho, 5.925, Itaim Bibi, tel. 3079-6277; tambouille.com.br

    Ovo e Uva

    A casa dos sommeliers João Renato da Silva e Fernando Perazza é parada certeira para boas comidinhas e, claro, para um bom vinho e, o melhor, com preços bem honestos. Oferece mais de 130 rótulos provenientes de 18 países.

    Rua Mateus Grou, 286, Pinheiros, tel. 3085-3070; ovoeuva.com.br

    Loup

    No novo restaurante de Daniel Sahagoff, também dono do Cantaloup, a adega envidraçada é uma verdadeira atração no salão. É ali que a sommelière Mazé Loiola guarda os 216 rótulos (o dobro do tamanho em relação ao ano passado) da carta – vinícolas da Itália têm destaque. A cozinha está a cargo do chef Dorival Ribas.

    Rua Doutor Mario Ferraz, 528, Itaim Bibi, tel. 3078-0484; louprestaurante.com.br

    Maremonti Trattoria & Pizza

    Rede com 12 casas que preza pelo alto nível de sua cozinha, que conta com a supervisão do francês Pascal Valero. As pizzas são certificadas pela Associação dos Pizzaiolos Napoletanos, que luta pela preservação do clássico processo. Em todas as unidades o vinho é tratado com respeito.

    Rua Padre João Manuel, 1.160, Jardins, tel. 3088-1160, e diversos outros endereços; maremonti.com.br

    NB Steak

    A casa de carnes do restaurateur Arri Coser apostou em um novo modelo de serviço que se mostra muito vitorioso. E, nesse contexto, os vinhos são parte fundamental, organizados por Arri em parceria com Gilson Belusso.

    Avenida Vereador José Diniz, 3.864, Campo Belo, tel. 5093-6006 e Avenida Faria Lima, 140, Pinheiros, tel. 3031-1204; nbsteak.com.br

    Osteria del Pettirosso

    Na casa do chef italiano Marco Renzetti, os vinhos são assunto para sua mulher, a sommelière Erika Andrade. A carta lista 120 rótulos, com predominância para os italianos e franceses. Ela privilegia produtores pequenos, muitos dos quais descobre nas suas várias viagens anuais. O restaurante dispõe do sistema Coravin e permite que todas as garrafas sejam consumidas parcialmente – o cliente pode beber apenas 1/4 e pagar o valor correspondente.

    Al. Lorena, 2.155, Jardim Paulista, tel. 3062-5338; pettirosso.com.br

    Palácio Tangará

    Localizado no térreo do luxuoso hotel, o restaurante que leva a assinatura do chef Jean-Georges Vongerichten mantém uma adega envidraçada espetacular, na qual repousam vinhos para beber à mesa, no bar e à beira da piscina. A carta, elaborada pelos sommeliers Tiago Menezes e Thiago Fakury, lista 280 rótulos, dos quais 21 vendidos em taça. Pratos de inspiração asiática, marca registrada de Jean-Georges, ganham pitadas brasileiras.

    Palácio Tangará, Rua Deputado Laércio Corte, 1.501, Panamby, tel. 4904-4040; palaciotangara.com.br

    Quinta de Santa Maria

    Localizado na Zona Oeste de São Paulo, o restaurante traz a cozinha portuguesa, mais precisamente da região do Minho, como protagonista. Entre os 189 rótulos disponíveis na carta, os rótulos lusitanos predominam mesclados com alguns clássicos do Velho e do Novo Mundo. Destaque para a seção de safras especiais, onde estão listados alguns ícones portugueses díficeis de se encontrar no mercado.

    Rua Cerro Corá, 1.548, Alto da Lapa, tel. 3022-2499; quintadesantamaria.com.br

    Rancho Português

    No restaurante, no qual o leitão à bairrada é o prato mais pedido, ou no bar, onde são servidos sanduíches e porções, o cliente tem à disposição 373 rótulos selecionados pelo sommelier João de Araújo Pereira – os portugueses imperam, mas também há espaço para italianos e franceses. Onze são mantidos no Vacu Vin e vendidos em taça. O empório anexo vende 800 rótulos e, semestralmente, realiza uma feira de vinhos com dez  importadoras, que oferecem até 30% de desconto.

    Av. dos Bandeirantes, 1.051, Vila Olímpia, tel. 2639-2077; ranchoportugues.com.br

    Ráscal

    Todas as casas trabalham com idêntica carta de vinhos, composta de 150 rótulos, 15 deles vendidos em taça – a seleção é feita pela sommelière-chef Luciana Bernardes, mas o sommelier Mauro Torquato responde pelo serviço no dia a dia. Clássicos do Velho Mundo aparecem ao lado de opções menos conhecidas, de países como Líbano e Israel – a lista informa o perfil sensorial de cada vinho, facilitando a harmonização com os pratos assinados pela chef italiana Nadia Pizzo.

    Rua Leopoldo Couto de Magalhães Junior, 831, Itaim Bibi, tel. 3078-3351 (mais 11 unidades); rascal.com.br

    Ristorantino

    Assim como a cozinha do chef Henrique Schoendorfer tem como base o receituário clássico italiano, a carta de vinhos da sommelière Juliana Carani também privilegia os rótulos da Itália e de outros produtores europeus – embora haja espaço para vinícolas do Novo Mundo. Neste ano, a carta cresceu e chega a 189 rótulos, para harmonizar com pratos como o tonnarelli cacio e pepe della casa e o risoto de faisão com radicchio vermelho.

    Rua Doutor Melo Alves, 674, Jardim Paulista, tel. 3063-0977; ristorantino.com.br

    Rubaiyat Faria Lima

    Uma das casas mais tradicionais de São Paulo quando o assunto é carne de qualidade. Comandada por Belarmino Iglesias, sempre apostou nos vinhos e, com bons preços, como diferencial.

    Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.954, Jardim Paulistano, tel. 3165-8888; gruporubaiyat.com.br

    Taberna 474

    Crudos e outros petiscos de inspiração ibérica, como as pataniscas de bacalhau, acompanham os vinhos selecionados pelo sommelier Francisco Alves. A carta lista 125 rótulos. Ibéricos predominam, mas há opções de França, Itália, Chile, Argentina, África do Sul e Brasil. Na seção de vinhos por taça, são 17 opções nos diversos estilos da bebida.

    Rua Maria Carolina, 474, Jardim Paulistano, tel. 3062-7098; taberna474.com.br

    Tasca do Zé e da Maria

    O restaurante e a carta de vinhos são especializados em culinária portuguesa. Os vinhos lusitanos respondem por 90% da carta.

    Rua dos Pinheiros, Pinheiros, 434, tel. 3062-5722; tascadozeedamaria.com.br

    Tre Bicchieri

    Entre os 180 vinhos da carta, sendo dez vendidos em taça, os italianos – especialmente os de produtores da Toscana – merecem destaque. Há uma página inteira dedicada aos Chianti. O sócio Marcos Antonio Freitas faz a seleção em sintonia com a cozinha do chef Rodrigo Queiroz: pratos como coniglio a cacciatora e tortelli di pecorino figuram entre suas especialidades.

    Rua General Mena Barreto, 765, Itaim Bibi, tel. 3885-4004; trebicchieri.com.br

    Tuju Restaurante

    O inquieto e talentoso chef Ivan Ralston faz do Tuju um dos melhores restaurantes do país. E, nos vinhos, ele conta com a colaboração do competente Adiu Bastos, sommelier que sabe todos os segredos do mundo dos vinhos. Chama atenção a oferta de brancos elaborados com a uva Riesling e a boa oferta de espumantes.

    Rua Fradique Coutinho, 1.248, tel. 2691-5548; tuju.com.br

    Vento Haragano

    A churrascaria adota o sistema de rodízio e mantém uma impressionante carta de vinhos com 450 rótulos – 19 deles são vendidos também em taça. Para acompanhar picanhas, costelas e fraldinhas, a seleção do sommelier Alcir de Souza Ubaldo privilegia os tintos de nove procedências com os clássicos do Velho e do Novo Mundo.

    Av. Rebouças, 1.001, Jardim Paulista, tel. 3083-4265; ventoharagano.com.br

    Vicolo Nostro

    Passados 20 anos, o restaurante mantém o menu de clássicos italianos a cargo do chef Cristiano Panizza – o peito de pato grelhado ao molho de balsâmico com risoto de gorgonzola e pera é uma das especialidades. Os 377 rótulos da carta são selecionados pela sommelière Lerizandra Salvador. O foco são os italianos, mas entram produtores de 17 países ao todo. Conservados no equipamento Le Verre de Vin, 11 rótulos estão em taças e dez em decanters de 375 mililitros.

    Rua Jataituba, 29, Brooklin, tel. 5561-5287; vicolonostro.com.br

    Vinheria Percussi

    Uma das mais bem montadas cartas de vinhos da cidade com cerca de 300 rótulos conta com o envolvimento direto de Lamberto Percussi, sócio no restaurante. O foco, claro, está em rótulos italianos, alguns de importação própria, mas há boa distribuição entre clássicos do Velho e do Novo Mundo, sempre divididos pelas regiões de origem. Até mesmo a escolha de vinhos de sobremesa é completa. A seleção de taças é feita diariamente e pode chegar a nove rótulos.

    Rua Cônego E. Leite, 523, Pinheiros, tel. (11) 3088-4920; percussi.com.br

    Zucco

    A carta elaborada pelo sommelier Marcelo Santos lista 238 rótulos de 12 países – o peso maior é dado para a Itália e a França. A casa usa o sistema Le Verre de Vin e também oferece dezenas de rótulos em taça, melhor solução para harmonização com os pratos italianos do chef José Meirelles. Entre suas criações está a lombata di vitellone al tartufo nero.

    Rua Haddock Lobo, 1.416, Jardim Paulista, tel. 3897-0666; zucco.com.br

    SÃO ROQUE, SP (DDD 011)

    Cantina Piovanelli

    O proprietário Ailton Piovan é o responsável pela cozinha, que tem as massas frescas como uma das especialidades – o sofioli de mussarela de búfala ao molho rústico de tomate concorre com a famosa porchetta. A carta cresceu 35% em relação ao ano passado e agora conta com 125 rótulos de 11 países produtores – há forte presença do Velho Mundo, mas produtores das Américas e Austrália também estão na lista, que parte com amostras na faixa dos 50 reais.

    Rua Antonino Dias Bastos, 21, loja 5, Centro, tel. 4784-4680; @cantinapiovanelli

    Etiquetas
    Mostrar mais

    Prazeres da Mesa

    Lançada em 2003, a proposta da revista é saciar o apetite de todos os leitores que gostam de cozinhar, viajar e conhecer os segredos dos bons vinhos e de outras bebidas antecipando tendências e mostrando as novidades desse delicioso universo.

    Artigos relacionados

    Botão Voltar ao topo