Destaque PrincipalNotícias

Belo Horizonte entra para a lista de Cidades Criativas da Unesco

A cidade mineira ganhou o título mundial por sua irreverente gastronomia

Belo Horizonte entrou para a lista de Cidades Criativas pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). O município mineiro foi adicionado na lista por seu potencial gastronômico.

Neste ano, foram incluídas à lista 66 novas cidades, somando ao todo 246 municípios. Além de gastronomia, outros temas como design, arte, música, literatura, cinema e artesanato são levados em conta na lista de Cidades Criativas.

Belo Horizonte está na lista de Cidades Criativas da Unesco
Foto Nereu Jr/Divulgação

Além da capital mineira, Fortaleza (CE) também foi condecorada, mas na categoria design. A cada edição, um país pode concorrer em quatro diferentes categorias. Junto de Belo Horizonte e Fortaleza, então, foram indicados: Aracaju (SE), na área de música; e Cataguases (MG), em cinema. Estas cidades foram selecionadas por uma comissão do Ministério das Relações Exteriores que recebeu, ao todo, propostas de 17 municípios.

Continua após o anúncio

A capital mineira e a capital cearense, portanto, juntam-se a outras 8 cidades brasileiras. São elas: Belém (PA), Brasília (DF), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Paraty (RJ), Santos (SP) e Salvador (BA). A lista completa está disponível no site da Unesco.

Ademais, Belo Horizonte será sede da terceira edição do Mesa Ao Vivo Minas Gerais. Com o intuito de colocar a cozinha mineira em destaque, o evento terá como tema: “Minas Gerais, o destino criativo da gastronomia”. O Mesa Ao Vivo Minas Gerais acontecerá em novembro, encerrando o Circuito Mesa deste ano.

Etiquetas
Mostrar mais

Prazeres da Mesa

Lançada em 2003, a proposta da revista é saciar o apetite de todos os leitores que gostam de cozinhar, viajar e conhecer os segredos dos bons vinhos e de outras bebidas antecipando tendências e mostrando as novidades desse delicioso universo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo