ExpovinisNotícias

Em palestra de Jorge Lucki sobre icônicos vinhos chilenos, Pablo Morandé se destaca

Por Tulio Silva

Na noite de quinta-feira (25), segundo dia da 17a edição da Expovinis, em São Paulo, Jorge Lucki, colunista de Prazeres da Mesa, apresentou aos participantes de “Destaques do Chile – Carignan e Pinots Noir” uma grande seleção de vinhos que sintetizam a história dos Andes. Falando sobre a história e geografia do país, mostrando sua variedade de micro-climas, foi capaz de mostrar todo o potencial de uma só região.

Visitante ilustre, Pablo Morandé também marcou presença. Vinicultor já conhecido pelos brasileiros por apresentar bons produtos com preço justo, o chileno causou emoção em todos os presentes, inclusive o palestrante, que conhecem sua história como implementador da vinicultura na região de Casablanca, no Chile.

Continua após o anúncio

Entre os vinhos degustados estiveram o Viña Emiliana, bom Pinot Noir com nariz de cassis; Arboleda Pinot Noir, de taninos delicados; Tectonia 2011, da mesma uva dos outros e famoso por desenvolver-se em solo vulcânico; e o  T.H. Pinot Noir Leyda 2011, que apresenta boa pungência e sabores elegantes.

Dentro da casta Carignan, uvas provenientes de parreiras seculares, destacaram-se o T.H. Carignan Maule 2010, com 55% de uvas provenientes de Lonconilla e 45% de Cauquenes, e que, ainda bem elogiado, apresentava ao palestrante grandes possibilidades de evolução.

Uma edição limitada, de 2009, do Carignan da Viña Morandé, causou frisson entre os presentes. Emocionado com a presença do vinicultor que dá nome ao vinhedo, Jorge Lucki deu voz ao próprio, que explicou todas as características que fazem desse um vinho cobiçado por grandes amantes da bebida.

Mostrar mais

Prazeres da Mesa

Lançada em 2003, a proposta da revista é saciar o apetite de todos os leitores que gostam de cozinhar, viajar e conhecer os segredos dos bons vinhos e de outras bebidas antecipando tendências e mostrando as novidades desse delicioso universo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo