Destaque PrincipalNotíciasReportagens

Escolhidos a dedo: conheça o processo de criação dos ovos recheados

Padaria que foi pioneira no conceito de ovos de Páscoa de colher realiza concurso para escolher os lançamentos do ano

Quem é apaixonado por ovos de Páscoa deve se lembrar do ovo com recheio de pudim lançado pela rede de padarias Dona Deôla no ano passado. Com textura e sabor semelhante ao do doce – que aliás é um dos favoritos dos brasileiros – o ovo de Páscoa foi motivo de grande alvoroço nas redes sociais. “Até então nenhum outro recheio tinha batido as vendas do sabor bem-casado”, disse Vera Helena Mirandez, proprietária da rede, comentando o sucesso estrondoso.

O que poucos sabem é que a receita surgiu durante um concurso interno realizado anualmente pela Dona Deôla. “Quando criamos os primeiros ovos recheado ainda não existia o termo ovo de colher. Um dia, uma repórter publicou uma matéria online com a foto do nosso ovo de bem-casado e falava que era ideal para comer de colher. No dia seguinte nossa caixa de e-mails estava lotava e nosso telefone fora do ar. Tinha gente do Brasil todo querendo o nosso ovo ‘de colher’”, contou Vera.

Foi assim que os ovos de colher se tornaram marca registrada da Páscoa da Dona Deôla. O número de recheios foi crescendo ano após ano, entretanto, Vera, junto de sua equipe, percebeu que era inviável disponibilizar tantas opções de sabores. “Tínhamos de 30 a 40 recheios, era muita coisa. Foi, então, assim que surgiu a ideia de realizar um concurso”.

Continua após o anúncio
processo de criação dos ovos recheados da Dona Deola
Fotos RJ Castilho

A competição

Na primeira etapa do concurso, cada unidade da padaria passa por uma fase eliminatória. Os confeiteiros e padeiros apresentam suas criações para um júri composto por funcionários que degusta e dá os seus pareceres sobre cada sabor. Nesta fase, o júri aproveita para dar sugestões e além de dicas de como melhorar a receita, se acaso passe para a final.

Após todas as unidades realizarem a prova, acontece a competição final. Desta vez, além de apresentar para a equipe interna da padaria, o júri também é formado por especialistas, influenciadores e convidados.

Neste ano, o concurso contou com 16 ovos finalistas. Cada jurado avaliou as receitas dando notas de 0 a 10 nos quesitos apresentação, sabor, textura e criatividade. Vale ressaltar que é avaliado apenas o recheio, já que a casca do ovo – que pode ser ao leite ou branca – é padrão da Dona Deôla.

processo de criação dos ovos recheados da Dona Deola
 processo de criação dos ovos recheados da Dona Deola
 processo de criação dos ovos recheados da Dona Deola

    Resultado

    Os funcionários responsáveis pela criação dos três ovos mais votados ganham uma premiação em dinheiro. Além disso, têm a chance de ter sua receita no catálogo de Páscoa da Dona Deôla. “Com o resultado em mãos, levamos as receitas para nossa equipe de vendas. Lá analisam se é possível comercializar o ovo. Às vezes, a criação é muito boa, mas talvez é inviável produzi-la em larga escala. O ovo pudim, por exemplo, não ficou em primeiro lugar na competição do ano passado. Apesar disso, foi sucesso absoluto de vendas”, diz Vera.

    Neste ano, o primeiro lugar foi para o recheio red velvet com frutas vermelhas. A receita intercalava a massa do bolo vermelho com camadas cream cheese e frutas. Entre os pontos altos do ovo estavam a quantidade generosa de frutas e o toque azedo do cream cheese.

    A medalha de prata foi para o ovo de bolo de cenoura com pudim de chocolate. A combinação ousada fez sucesso por combinar a textura de pudim com a do bolo. Outro ponto alto é que o recheio relembra o gostinho de infância do bolo com cobertura de chocolate.

    O terceiro lugar do pódio ficou com o sabor bananada. Mais uma vez, a vitória veio pela memória afetiva. O sabor caseiro do doce de banana conquistou o público.

    Agora nos resta ficar atentos e torcer para que os ovos sejam aprovados pela equipe de vendas e entrem no cardápio da Dona Dêola no próximo mês.

    processo de criação dos ovos recheados da Dona Deola
    Ovo recheado de red velvet com frutas vermelhas
    processo de criação dos ovos recheados da Dona Deola
    Ovo recheado de bolo de cenoura com pudim de chocolate
    processo de criação dos ovos recheados da Dona Deola
    Ovo recheado de bananada
    processo de criação dos ovos recheados da Dona Deola
    Parte dos finalistas do concurso

       

       

      Etiquetas
      Mostrar mais

      Stephanie Vapsys

      Foi vendendo cupcakes na feira de empreendedorismo da escola, aos 15 anos, que Stephanie Vapsys se encantou pela confeiteira e, posteriormente, pela gastronomia. A jovem que nunca recusa um docinho ou um convite para jantar, decidiu cursar jornalismo na Faculdade Cásper Líbero por ser fã de literatura e fascinada por contar boas histórias. Desde 2015, na redação de Prazeres da Mesa, a repórter tem a oportunidade de conviver diariamente com sua grande paixão. Entre viagens, idas ao teatro ou ao cinema sempre aproveita a deixa para conhecer um bom restaurante por perto.

      Artigos relacionados

      Botão Voltar ao topo