NotíciasReportagens

Pela paz

Normalmente ofuscado pelos ovos de Páscoa, o pão pascal ganha irresistível versão de chocolate nas mãos de Papoula Ribeiro

Por Stephanie Vapsys

Fotos RJ Castilho

Papoula Ribeiro é a responsável pela Padaria do Maní e conta que, para uma boa colomba, o descanso da massa é essencia
Papoula Ribeiro conta que, para uma
boa colomba, o descanso da
massa é essencia

Reza a lenda que depois de conquistar a cidade de Pavia, na Itália, o rei Alboíno (por volta de 560 até 572 d.C.), conhecido por confrontos e conflitos, ganhou um pão doce em forma de pomba da paz para amenizar seu furor e aplacar sua ira. Como era véspera de Páscoa, e a iguaria tivesse alcançado o objetivo de levar um pouco de calmaria à região, nascia ali o costume de se reproduzir a receita naquela importante data religiosa. Não se sabe ao certo como era a receita original, mas a colomba pascal ou o pão de Páscoa, em sua versão tradicional atual, leva raspas de laranja, laranja cristalizada e amêndoas, e mesmo com diferenças significativas é bastante associado ao panetone.

Continua após o anúncio

Porém, o sucesso não tem sido o mesmo de seu “primo” natalino. Diferentemente do panetone, que é indispensável em dezembro, a cada ano que passa a colomba fica mais esquecida. “Aqui no Brasil, o pão de Páscoa é bem negligenciado, talvez porque tenha tomado o rumo de produto muito industrializado e isso faz com que perca um pouco o sentido. Quando os panetones chegam ao mercado, é sinal de que o Natal está chegando. Acho que falta um pouco dessa relação da colomba com a Páscoa”, diz a padeira Papoula Ribeiro.

A padeira, que atua na área há mais de 20 anos, conta que sua celebração é cheia de tradições. “Na infância, minha Páscoa era marcada pela procura dos ovinhos e sempre com muita comida das avós e tias. Minha bisavó, dona Amélia, era portuguesa e fazia um bacalhau incrível. Nos últimos anos, minha realidade é esconder os ovos e, agora, quem faz o bacalhau sou eu. Outro costume meu é sempre fazer um pão com chocolate.”

Na versão preparada por Papoula, as laranjas cristalizadas e as amêndoas são substituídas pelo chocolate e é uma alternativa para quem não abre mão do ingrediente nesta época. Os ovos de Páscoa foram os responsáveis por ofuscar a tradição da colomba. Mas nessa receita há lugar para os dois. “Além disso, é um pão doce que combina com sorvete sempre presente nas reuniões familiares”, afirma.

Detalhista, Papoula acredita que o segredo para um delicioso pão é a escolha de ingredientes de qualidade e o respeito ao tempo de descanso da massa. “Se fizermos na correria, perde sabor e textura. As pausas deixam o pão mais leve, mais fofo e o aroma fica mais desenvolvido”, diz. Além disso, outra dica dada por ela é aproveitar a mesma massa para preparar uma colomba salgada ou a versão clássica. “Para o pão salgado, é só reduzir um pouco o açúcar e rechear com um bacalhau desfiado, por exemplo. Combina bastante, e um pão na mesa sempre cai bem no almoço de Páscoa. Já se quiser fazer a receita tradicional, com frutas e amêndoas, sugiro aumentar 15% a quantidade de açúcar na massa.”

A pedido de Prazeres da Mesa, Papoula compartilhou sua receita de pão de Páscoa com gotas de chocolate e ensinou detalhadamente como prepará-la.

Colomba Pascal
Pão de Páscoa com gotas de chocolate e brigadeiro

 

Passo a passo

Esponja

Passo 1. Em um bowl, misture a farinha de trigo, água, mel, fermento biológico desidratado e sal até que forme uma massa lisa. Depois acrescente a manteiga.

Passo 2. Cubra com plástico e deixe descansar por pelo menos 4 horas em temperatura ambiente ou até 12 horas em geladeira.

Dica de chef: esta é uma receita simples de fazer, mas requer tempos longos de descanso para que o pão fique leve e delicado.

 

Massa

Passo 1. Em uma vasilha grande, coloque a esponja separada em pedaços e bata por 20 minutos, em velocidade baixa, com água, fermento, sal e gemas.

Passo 2. Sem parar de bater, acrescente o açúcar e depois a baunilha. Aumente a velocidade e bata por mais 10 minutos.

Passo 3. Quando a massa ganhar elasticidade e estiver lisa e brilhante, acrescente a manteiga.

Passo 4. Volte à velocidade mais lenta e coloque as gotas de chocolate até que esteja bem misturada.

Passo 5. Passe a massa para a mesa e faça com ela uma bola. Cubra e deixe fermentar por 45 minutos em temperatura ambiente.

Passo 6: Depois desse descanso, aperte a massa para eliminar os gases e faça uma dobra. Esse procedimento serve para dar mais força à massa. Cubra novamente e deixe descansando por mais 45 minutos.

Passo 7. Separe a massa em pedaços do tamanho que queira o pão. Lembre-se de que o tamanho final será aproximadamente quatro vezes maior que o tamanho inicial.

Passo 8. Modele em formato filão e acomode no centro da forma ou em pedaços menores colocados lado a lado na forma. Cubra e deixe fermentar por 2 horas.

Passo 9. Leve ao forno preaquecido a 180 o C por 40 a 60 minutos, dependendo do tamanho da massa.

Dica de chef: em dias quentes, deixe as gotas de chocolate na geladeira até a hora de incorporar à massa. Quando estiver assando, evite abrir o forno nos 30 minutos iniciais.

 

Ganache

Passo 1. Aqueça o creme de leite fresco e coloque sobre o chocolate picado.

Passo 2. Mergulhe a superfície do pão na ganache resfriada e deixe escorrer o excesso.

Dica de chef: essa é uma sugestão de decoração. Acredito que a grande farra da Páscoa é fazer isso com as crianças. Então, deixe que os pequenos decorem o pão com confeitos. 

 

Confira a receita completa do pão de Páscoa com gotas de chocolate e brigadeiro.

*Matéria publicada na edição 163 de Prazeres da Mesa

Etiquetas
Mostrar mais

Stephanie Vapsys

Foi vendendo cupcakes na feira de empreendedorismo da escola, aos 15 anos, que Stephanie Vapsys se encantou pela confeiteira e, posteriormente, pela gastronomia. A jovem que nunca recusa um docinho ou um convite para jantar, decidiu cursar jornalismo na Faculdade Cásper Líbero por ser fã de literatura e fascinada por contar boas histórias. Desde 2015, na redação de Prazeres da Mesa, a repórter tem a oportunidade de conviver diariamente com sua grande paixão. Entre viagens, idas ao teatro ou ao cinema sempre aproveita a deixa para conhecer um bom restaurante por perto.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo